Terreno fértil para a oposição em Jaboatão, é só aprender a preparar o solo e plantar.

Um dos pontos importante que as eleições de 2016 deixou para os que fazem política em Jaboatão foi um solo fértil e bom para se fazer oposição, vejamos; depois dos resultados das urnas e a ausência total dos candidatos derrotados pós eleição, a exemplo de Heraldo Selva que obteve em torno dos 60 mil votos e foi para o governo do Estado, de Edmar de Oliveira que ensaiou uma candidatura e retirou-se da disputa e do ex-Vereador Neco que obteve mais de 120 mil votos e não se posiciona como oposição e, por fim, um eleitorado de mais de 150 mil votos que declarou nas urnas que não votaria em nenhumas das opções posta naquele pleito, pode-se dizer então que o nosso município está com um solo fértil e preparado para ser plantado com frutos bons para ser colhido em 2020, portanto, nunca se teve um ambiente tão propício para o crescimento de uma nova alternativa de poder em Jaboatão.

As redes sociais têm tido um papel importante neste contexto, hoje, qualquer cidadão pode se expressar da forma que quiser e sobre qualquer assunto através deste meio de comunicação tão poderoso, dificilmente se escondem hoje em dia dos olhos da população, neste sentido, não é só dizer que fez ou vai fazer, com as redes sociais os fiscais virtuais postam e mostram o contraditório entre o discurso e a pratica de quem quer que seja, logo, quem quer “SER” não basta dizer, o principal é o fazer, isso serve para a oposição e para quem detém momentaneamente o poder. O poder passa, o povo fica e os sonhos se renovam a cada instante.

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *