jaboatao-recebe-micro-onibus-e-amplia-servicos-de-acessibilidade-na-area-de-assistencia-social

Jaboatão recebe micro-ônibus e amplia serviços de acessibilidade na área de Assistência Social

O município do Jaboatão dos Guararapes ampliou um serviço de fundamental importância para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, desta vez com um micro-ônibus entregue pelo Ministério da Cidadania. O veículo é adaptado para pessoas com deficiência e irá atender, também, a entidades sem fins lucrativos que atuam na área de assistência social. A entrega foi feita pelo ministro João Roma, durante ato realizado no município de Igarassu, na Região Metropolitana. Na ocasião, o prefeito Anderson Ferreira foi representado pelo vice-prefeito Luiz Medeiros.

Jaboatão foi um dos nove municípios contemplados pelo Ministério da Cidadania pelo trabalho reconhecido na assistência a pessoas em situação de vulnerabilidade. Agora, com esse veículo, o serviço será ampliado, propiciando mais inclusão, acessibilidade e mobilidade. A doação de veículos faz parte do programa de Mobilidade no Sistema Único de Assistência Social (Mobsuas) do Ministério da Cidadania.

A entrega dos veículos representa uma inovação ao garantir o atendimento socioassistencial de modo proativo, protetivo e preventivo, assegurando o acesso a direitos e proporcionando a superação das vulnerabilidades enfrentadas pelo público da Assistência Social. Dessa maneira, promove-se o desenvolvimento da autonomia e do protagonismo desses indivíduos.

Relacionado

Leia Mais

Secretaria de Assistência Social do Jaboatão recebe doação de roupas para mulheres vítimas de violência doméstica

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes recebeu uma doação de roupas e acessórios destinada a mulheres vítimas de violência doméstica. A doação foi realizada no Centro de Referência Maristela Just pelas mãos do presidente do Instituto Brasileiro da Insolvência (IBAJUD), Rodrigo Cahu Beltrão.

“Essas roupas serão entregues às mulheres do município que sofreram algum tipo de abuso ou violência doméstica. Elas representam muito mais do que uma parceria do setor público com o privado, é um estímulo para que essas mulheres sigam sua vida e olhem mais para si”, salientou a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Mariana Inojosa.

Relacionado

Leia Mais

Jaboatão lança Programa de Monitoramento dos Atendimentos a Vítimas de Violência

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes cria Programa de Monitoramento dos Atendimentos a Vítimas de Violência, um sistema pioneiro no estado de Pernambuco, com o objetivo de registrar, monitorar e gerenciar os atendimentos  às denúncias de supostas violações aos Direitos Humanos.  Os casos monitorados são referentes a violência contra idosos, pessoas com deficiência, população LGBTQI  e as violações motivadas por racismo e intolerância religiosa.  A criação do programa tomou por base os dados coletados entre os meses de janeiro e abril deste ano. Entre as principais denúncias, 87,2% foram contra Idosos, 11,5% a pessoas com deficiência e 1,2%  contra a população LGBTQI .

Os atendimentos são realizados pelo Núcleo de Apoio a Vítimas de Violência (NAVV), da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, através de visitas domiciliares. O sistema  permite cadastrar os atendimentos prestados às vítimas de violência e acompanhar os encaminhamentos efetuados junto à rede socioassistencial e de saúde do município e ao Ministério Público Federal (MPF).  As denúncias podem ser feitas através do Disque 100 do MPF,  da Ouvidoria Municipal (0800 081 8899) ou outros órgãos da Rede de Proteção.

“Trata-se de uma importante ferramenta para nortear as políticas públicas visando à proteção de direitos humanos. Através do sistema, é possível quantificar as denúncias e atendimentos, diagnosticar os perfis de violações e as áreas que registram maiores índices em nosso município. Também é possível verificar qual o canal mais utilizado para as denúncias.  O nosso objetivo é garantir a segurança destas pessoas que são vítimas de preconceito”, afirmou o prefeito Anderson Ferreira.

Relacionado

Leia Mais

Jaboatão lança Programa de Monitoramento dos Atendimentos a Vítimas de Violência

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes cria Programa de Monitoramento dos Atendimentos a Vítimas de Violência, um sistema pioneiro no estado de Pernambuco, com o objetivo de registrar, monitorar e gerenciar os atendimentos  às denúncias de supostas violações aos Direitos Humanos.  Os casos monitorados são referentes a violência contra idosos, pessoas com deficiência, população LGBTQI  e as violações motivadas por racismo e intolerância religiosa.  A criação do programa tomou por base os dados coletados entre os meses de janeiro e abril deste ano. Entre as principais denúncias, 87,2% foram contra Idosos, 11,5% a pessoas com deficiência e 1,2%  contra a população LGBTQI .

Os atendimentos são realizados pelo Núcleo de Apoio a Vítimas de Violência (NAVV), da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, através de visitas domiciliares. O sistema  permite cadastrar os atendimentos prestados às vítimas de violência e acompanhar os encaminhamentos efetuados junto à rede socioassistencial e de saúde do município e ao Ministério Público Federal (MPF).  As denúncias podem ser feitas através do Disque 100 do MPF,  da Ouvidoria Municipal (0800 081 8899) ou outros órgãos da Rede de Proteção.

“Trata-se de uma importante ferramenta para nortear as políticas públicas visando à proteção de direitos humanos. Através do sistema, é possível quantificar as denúncias e atendimentos, diagnosticar os perfis de violações e as áreas que registram maiores índices em nosso município. Também é possível verificar qual o canal mais utilizado para as denúncias.  O nosso objetivo é garantir a segurança destas pessoas que são vítimas de preconceito”, afirmou o prefeito Anderson Ferreira.

Relacionado

Leia Mais

Jaboatão firma parceria com OAB para agilizar andamento de processos de violência contra mulher

A Secretaria Executiva da Mulher da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes firmou parceria com a seccional no município da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para lançar, em alusão aos 428 anos da cidade, a Semana da Mulher do Jaboatão. A ação foi criada para dar celeridade aos processos de violência contra a mulher encaminhados à Defensoria Pública pelo Centro de Referência Maristela Just e que, devido à pandemia da Covid-19, tiveram os prazos expirados.

Durante toda a semana, equipes irão estar à disposição dessas mulheres no Espaço Mulher Empreendedora, localizado no primeiro andar do Mercado das Mangueiras, no bairro de Prazeres. Além do atendimento jurídico, a prefeitura irá disponibilizar serviços gratuitos nas áreas de beleza e estética.

“A pandemia tem nos cobrado novas formas de comemorarmos o aniversário da nossa cidade, então, ao longo do mês, estaremos promovendo uma série de atos para destacar a importância da data. O Maristela Just é um centro de referência no acolhimento a mulheres que enfrentam violência e essa parceria com a OAB contribui bastante para que possamos agilizar o apoio jurídico que prestamos”, disse o prefeito Anderson Ferreira.

Relacionado

Leia Mais

Prefeitura do Jaboatão lança campanha Vacina do Bem para estimular doação de donativos

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes deu início à campanha Vacina do Bem, para arrecadação de donativos durante a vacinação contra a Covid-19. As doações podem ser feitas em sete pontos de drive-thru onde ocorre a aplicação dos imunizantes, inclusive por quem não for se vacinar. Alimentos, produtos de higiene e limpeza, além de roupas que forem arrecadados serão distribuídos às famílias em situação de vulnerabilidade social ou que foram afetadas pela crise econômica provocada pela pandemia.

O recolhimento das doações vai ser feito pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, que vai ficar responsável pela distribuição do material. Desde o início da pandemia, a Prefeitura do Jaboatão distribuiu mais de 600 mil cestas básicas, serviço que incluiu os mais de 65 mil alunos matriculados na rede municipal de ensino.

Os donativos poderão ser entregues nos seguintes pontos de vacinação: Sesc e Shopping Guararapes, em Piedade; nas escolas municipais Iraci Teixeira e Benjamin Constant, localizadas nos bairros do Curado e Socorro, respectivamente; na Casa da Cultura, em Jaboatão Centro; no Palácio da Batalha e no Centro Cultural Miguel Arraes, em Prazeres.

“É grande o número de pessoas que precisam urgentemente de ajuda para atravessar essa fase. As crises econômica e sanitária provocadas pela pandemia afetaram muita gente. É por isso a importância dessa campanha e o incentivo para que a população se una e faça parte desse movimento. Esse é o momento de darmos as mãos e ajudarmos uns aos outros”, disse o prefeito Anderson Ferreira.

Relacionado

Leia Mais

prefeitura-do-jaboatao-cria-servico-de-acolhimento-a-criancas-e-adolescentes-sob-medida-protetiva

Prefeitura do Jaboatão cria serviço de acolhimento a crianças e adolescentes sob medida protetiva

Com o intuito de capacitar, cadastrar e acompanhar famílias que tenham interesse em acolher crianças e adolescentes sob medida protetiva, a Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, lançou edital para o Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora. O serviço se trata de uma nova forma de acolher crianças e adolescentes afastados do convívio familiar quando identificada alguma violação de direitos.

De acordo com o prefeito Anderson Ferreira, o serviço tem como vantagem o fato de permitir que crianças e adolescentes em acolhimento possam manter a vivência familiar enquanto estão em medida protetiva. “Essa iniciativa vem para dar uma nova chance a esses jovens, para que eles possam voltar a sonhar e ter uma vida digna. Para garantir isso, durante o acolhimento, tanto as famílias como crianças e adolescentes recebem todo o acompanhamento de uma equipe técnica e devidamente capacitada”, comentou o gestor.

As despesas das crianças e adolescentes são custeadas por uma bolsa auxílio no valor de um salário mínimo, repassada às famílias enquanto durar o acolhimento. No momento, três famílias do município se encontram integradas ao serviço. Para se inscrever, basta entrar em contato com as equipes da prefeitura, por meio do e-mail acolhimentofamiliarjg@gmail.com ou pelo número (81) 99506-8359.

Relacionado

Leia Mais