Recife: Toda mulher recifense tem direito à vacina do HPV

Toda a mulher em Recife tem direito à vacina que previne o HPV, principal causador do câncer de colo de útero, entre outras doenças, como o câncer nos órgãos genitais e até em pescoço e laringe. O direito abrange os casos de prevenção e mesmo aquelas mulheres portadoras do vírus devem tomar a dose para que a doença não evolua. A cada 48 minutos uma mulher morre no Brasil, vítima do câncer de cólo de útero. “É o segundo tipo de câncer que mais mata no país. E a nossa cidade tem uma lei pioneira”, explica o vereador Rogério de Lucca, PSL, autor da lei. Existem mais de 100 tipos virais do HPV.

A Lei que previne o HPV foi sancionada, por derrubada do veto do Executivo na Câmara dos Vereadores do Recife, em novembro de 2012. Obriga as maternidades e policlínicas municipais a aplicar gratuitamente a dose da vacina. O benefício também está garantido para as mulheres que queiram se prevenir, e poderá ser aplicado a partir dos 9 anos, antes da primeira relação sexual. Atualmente, estão contaminadas mais de 5mil 500 mulheres brasileiras, conforme dados da Organização Mundial de Saúde.

O vereador, que também é médico, explica que o “com a imunização da mulher protegemos também os homens, porque uma mulher sem a doença não é transmissora do vírus, que é transmitido na relação sexual”. Para o mestre em Ginecologia, Dr. Jefferson Valença, esta vacina representa uma economia aos cofres públicos. “Para tratar uma mulher com câncer de colo de útero, hoje, é muito caro. Ela precisa realizar muitos exames como colposcopia, citologia oncótica, biopsia e cirurgia, além dos custos com os tratamentos psicológicos e com a medicação. Isso tudo pode ser minimizado com uma única dose, que é ministrada em três doses”, explicou o especialista. Todos os países de primeiro mundo já disponibilizam a vacina gratuitamente. No Brasil são poucas cidades que contam com este benefício. Os dados ainda não foram contabilizados, mas a cidade de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, já aplica a vacina.

De acordo com a lei, a Secretaria Municipal de Saúde programará e promoverá campanhas de esclarecimento à população sobre o HPV, suas formas de transmissão e prevenção, divulgando-as de forma ampla através dos diversos veículos de mídias em operação no município, tanto na área pública como na área privada. A Secretaria também realizará campanhas anuais de vacinação da população feminina contra o HPV, com ampla divulgação pelos meios de comunicação públicos e privados.

Dica: A Máquina De Vendas Online 2018

Deixe um comentário: