Por: Almir de Barros: Estado terminal Vacinar ou Vacinar?

O líder norte – coreano diz que Trump pagará muito caro por ameaças ao País. Cada nação tem o líder que merece. Já no Brasil existe uma quadrilha, desta forma fica difícil escolher. No Brasil morre mais gente do que na guerra do oriente médio. A quantidade de crianças em nosso País que morre chegar a ser maior que uma população em determinada região da África, ou seja os números de mortos entre crianças, jovens e adolescente se constitui em uma nação quando se trata destas localidades, algumas cabem dentro de bairro populoso em nosso Estado. Enquanto isso em Brasília, capital do Brasil, tem dinheiro para todo tipo de operação perniciosa e guardado em Cueca, Mala executiva e caixa de papelão. O que chama atenção é ver e ouvir todos os dias pais e mães de famílias com dificuldade de marcar uma consulta médica, tem hospitais que chega ao absurdo de não ter si quer gazes ou outro tipo de medicação para atender ao cidadão, já em relação a Educação, escolas sucateadas faltando professores e por aí vai a segurança, essa chegou ao caos sem comentários, por onde andamos somos vitimas, presa fácil. Saúde em estado terminal e a segurança insegura. E o papel da família, que tipo de família?

Vamos tratar dois pontos crucial: 1 – Pais desempregados como fica a família, “Sem família”. 2 – Mães desempregadas o que oferecer aos filhos! A rua uma escola de formação, graduação mestrado e doutorado para se aperfeiçoarem no mundo da criminalidade, e o estado onde está diante dessa situação, fazendo de conta que presta conta. A comparação entre EUA, e a Correia, é que eles estão tentando se matar. Já no Brasil todo dia a cada minuto um Brasileiro mata outro Brasileiro. “Qual é a Vacina”? Você com a resposta.

Almir de Barros

Consultor RH e Palestrante

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *