Possíveis parceiros do PR em Jaboatão visa quebra de braço e uma possível candidatura de Anderson ao Governo de Pernambuco em 2022

13-12-17_cef_jaboatc3a3oCom as peças em jogo, a política passa por 2020 com olhares direto em 2022, isso é realidade. Os políticos sempre sonham 4 anos na frente dos neófitos, eles jogam muito bem quando o assunto é a sua sobrevivência no mundo da política.  O cenário política de Pernambuco pós eleição de 2018, já começou a ser ventilado quando em 2020 as coisas estiverem bem definidas, ou caminhando para isso, vejamos, o Senador Fernando Bezerra Coelho que em 2022 tem seu mandato finalizado, já anda sendo fotografado ao lado do Prefeito Anderson Ferreira, numa movimentação política com visão de águia, Fernando sabe que sua força no governo de Paulo Câmara é mínima, neste palanque ainda existe forças que não querem a sua aproximação, também sabe o Senador que seu grupo junto com o grupo dos Ferreiras representa hoje uma força que pode se contrapor o projeto do PSB, diante deste cenário, a união dos Ferreiras com os Coelhos abrangerá o Sertão, Agreste e Região Metropolitana do Estado, e o colocará numa posição muito forte num possível enfrentamento em 2020 e 2022. Por outro lado, o alinhamento do Prefeito Anderson Ferreira com o Presidente Bolsonaro, dará a esta ele e seu grupo, força suficiente para ter a independência dos Ferreiras e Coelhos diante do Governador, já que as transferências e convênios de responsabilidade do governo Federal supriria as necessidades para a governabilidade.

Em política tudo pode acontecer, inclusive nada, mesmo assim, a aproximação dos Ferreiras com Paulo Câmara não traria capital política algum, pelo contrário, afastaria o governo Bolsonaro do PR em Jaboatão e no Estado. Por fim, ter um palanque do Presidente da republica patrocinado pelos Ferreiras e PSL de Luciano Bivar  em Pernambuco passa a ser uma questão de prioridade e sobrevivência, por isso a velocidade política de deixar isso bem arrumado em 2019, e esta posição só fortaleceria as pretensões do Prefeito do Jaboatão rumo ao governo de Pernambuco, e a garantia de uma palanque para a reeleição de Fernando Bezerra ao Senado, ou mesmo a disputa do Prefeito para a Vaga de Fernando Bezerra, algo que o mesmo vem tentando a anos.

Leia Mais





Depois de Geraldo Melo e Humberto Barradas (1997), o próximo Prefeito de Jaboatão será um Jaboatanense

sem rostoFazendo uma análise dos últimos Prefeitos da nossa cidade, podemos dizer com muita franqueza que desde 1997 quando tivemos o último Prefeito eleito e filho da cidade que nosso município não tem sorte e paga um preço caro por isso. Em 1998 inauguramos o período dos chamados Prefeito sem identidade com a cidade. Para lembra a história, o último Prefeito filho da cidade, foi o saudoso José Humberto Lacerda Barradas (1993-1997) – Filho do ex-prefeito homônimo, depois de Barradas, chegaram pela falta de união, os seguintes Prefeitos que não tinham identidade com o município, são eles: Newton D’Emery Carneiro (1997-2000) – Sofreu uma intervenção em 1999 assumindo Byron Sarinho e, posteriormente o vice Fernando Rodovalho; Fernando Antônio Rodovalho (2001-2004) – Era o vice de Newton que ganhou a eleição seguinte; Newton D’Emery Carneiro (2005-2008) – Assume novamente e quase sofre outra intervenção no fim do mandato, depois, Elias Gomes da Silva (2009-2016) Elias Gomes foi o único prefeito eleito a exercer dois mandatos consecutivos em Jaboatão e o atual Anderson Ferreira (2017).

A próxima eleição, será a retomada da Prefeitura pelos cidadãos Jaboatanenses, pelo menos é o que mostram as sinalizações políticas de alguns grupos que começam a se reagrupar por tipo e áreas de interesses. A experiencia até agora só serviu para consolidar grupos individuais que chegaram de fora e se consolidaram no estado através de Jaboatão. No comando destes grupos que chegaram de fora, sempre pessoas que se aproveitaram da falta de união e lideranças para se completarem e estabelecerem sua base política. Uma das características destes grupos é a não continuidade na cidade, do mesmo jeito de chegam, eles saem, saem porque não conhecem as diversas cidades que existem em uma só. (mais…)

Leia Mais



Governador Paulo Câmara atende ao pedido do Deputado Cleiton Collins e retira de cartaz a peça “O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu”

cleiton-e-michele-collinsA Vereadora e missionária Michele Collins e o Deputado Estadual e Pastor Cleiton Collins que já vem se posicionando e trabalhando para que a peça “O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu” não seja mais exibida em todo o território nacional, teve mais uma vitória esta semana. Depois de diversas conversas com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, os Collins tiveram atendidos o pedido pelo governador de não mais exibir a peça em Pernambuco. Cleiton Collins e Michele Collins são aliados do governo e sempre teve a atenção do Governador nas questões que diz respeito a fé e aos evangélicos. Foi uma decisão acertada do Governador.

Como já mencionado anteriormente, o Deputado estar acionando os meios legais par que a peça não seja mais exibida no Brasil, pelo menos aqui em Pernambuco, o Deputado já venceu a primeira batalha.

Leia Mais



Não é verdade que o Governador Paulo Câmara contratou a peça “O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu”.

duvidaEm janeiro de 2019, acontecerá a 25ª edição do Festival de Artes Cênicas e Música de Pernambuco, para os que acompanham o calendário de Grandes Espetáculos, serão 104 espetáculos, entre os quais estão inclusos mais de 20 estreias. As atrações do evento, que será realizado entre 8 de janeiro e 14 de fevereiro de 2019, e foram divulgados nesta sexta-feira (21) toda a programação. Fazem parte da programação produções nacionais e locais, com grupos do Recife, Limoeiro, Petrolina e Caruaru, na intenção de valorizar a cena artística do interior.

A abertura do evento será com o espetáculo Acerto Lírico, no Teatro Santa Isabel, com participação de Getúlio Cavalcanti, Coral Edgard Moraes e o Bloco da Saudade.

O Festival de Artes Cênica e Música de Pernambuco é realizado pela Associação dos Produtores de Artes Cênica, uma entidade privada, em nenhum momento, e para ser justo, desde Garanhuns que o governador se posicionou contrário a apresentação desta peça naquele município.

Não condiz com a verdade a afirmação em uma nota publicada pelo blog de Jamil em que o Deputado André Ferreira diz que o governador contratou a peça, veja o que diz o Deputado: “Mais uma vez o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife afronta as famílias cristãs de Pernambuco, contratando, com recursos públicos. A peça teatral na qual Jesus Cristo é um travesti”. André Ferreira.

Importante colocar que esta afirmação é meramente política e não condiz com a realidade dos fatos. Desde Garanhuns que o Governador se posicionou e não patrocinou nem vai patrocinar esta peça, não podemos numa época de redes sociais assistirmos a tentativa de jogada com o povo cristão. A Entidade que está realizando o Festival de Artes Cênicas e Música de Pernambuco, é quem está colocando a peço em cartaz, no entanto, o Governador já se posicionou contra a exibição, e neste evento, a Peça não constará da programação e não será exibida em nenhum espaço público em Pernambuco. Logo, importante que estes assuntos sejam tratados com a verdade, o que se espera dos que se dizem cristãos.

Leia Mais