O município entrou num labirinto de difícil saída…”O prefeito se perdeu no caminho da volta”! Adelson Veras.

Foto 1014Somos um município sem direção política e sem orientação social e econômica. Este é um espírito que cumpre criar. Um destino sem bússola, a economia sem solidariedade, as finanças sem continuidade de ordem, a educação sem sistema, a saúde sem avanço, o trabalho e a produção sem rumo, harmonia e apoio, atua como elementos contrários e desconexos, destroem-se reciprocamente, e os egoísmo e interesses ilegítimos florescem sobre ruínas da cidade e o povo.

A realidade geopolítica Jaboatanenses de hoje, certamente vislumbra possibilidades de valorização de nosso espaço geográfico muito mais dinâmico do que anteriormente. Em termo de dimensão geográfica, com nossos 269 quilômetros quadrado, pertencemos ao grupo das maiores cidades do estado. Nos últimos anos, governada por políticos “itinerantes”, parou de crescer, não avançou politicamente nem se desenvolveu economicamente pela falta de comprometimento e responsabilidade no trato da coisa público.
A falta de interesse político, vontade e determinação, fizeram com que a cidade entrasse num labirinto de difícil saída. Mas, como todo labirinto tem uma saída, esperamos que no futuro, a cidade volte a ser governada por quem realmente atende os requisitos e o espírito público de quem tem passado, presente no município e projete o futuro para resgatar a moralidade e o respeito de uma cidade que tem uma história de lutas, batalhas e grandes conquistas. Jaboatão quer e precisa mudar, não podemos mais dar o poder a políticos trapaceiros, eles agirão como pessoas honestas. “esses políticos profissionais, sofrem de “gota” e tem o espírito arcaico, doentio e muitos são desonestos. “toda grande causa, começa como um movimento, vira um negócio e finalmente degenera numa quadrilha”!

Adelson Veras – Presidente do PGTdoB

VEREADOR 2020: Estratégias e tatícas para uma campanha vencedora

Deixe um comentário: