Neco deve ultrapassar Anderson na próxima pesquisa, saibam o porquê.

Faltando apenas 11 dias para o termino da campanha, o segundo turno está se consolidando entre os candidatos Neco e Anderson Ferreira. Importante colocar que o Vereador Neco cresceu e já aponta ultrapassagem em relação ao Anderson Ferreira, vejamos: A pesquisa tem uma margem de erro de 4,5%, como ainda não temos outra pesquisa do mesmo instituto, não podemos comparar esta pesquisa com a do instituto Opinião, até porque as premissas e formulários são diferentes, no entanto, nesta pesquisa, verifica-se dois candidatos empatados e os outros muito distante, mesmo considerando a margens de erros, eles não estariam próximos, que dizer, estariam fora do segundo turno, o candidato do Governo Heraldo Selva, neste caso, com poucos chances de reação diante da pouca falta de tempo, apenas 11 dias, e o outro candidato, que poderia reagir, no entanto, também com dificuldades, o Deputado Cleiton Collins. Bem, a próxima pesquisa, deve consolidar o segundo turno na cidade, e neste caso, já aparecerá o candidato do PDT a frente do candidato do PR, isso não temos a menor dúvida que acontecerá, primeiro, porque o eleitor de Edmar migrará para o candidato Neco os 6% deve somar aos 21 % que tem hoje Neco, por outro lado, Cleiton deve crescer, e Anderson cair, isso em função do último debate, os evangélicos devem rever seu votos e retornar a Cleiton Collins, a dúvida é se Cleiton conseguirá recupera a ponto de tomar a vaga de Anderson no segundo turno. Impressionante a queda de Cleiton em tão pouco tempo.

Um comentário em “Neco deve ultrapassar Anderson na próxima pesquisa, saibam o porquê.

  1. Sou eleitor de Heraldo, não mudo meu voto, mas tenho que confessar que nunca, em meus 42 anos de vida, vi uma leitura de uma pesquisa política tão falha quanto esta sua, companheiro. Acho que você deveria ler um pouco mais, quiçá estudar Jornalismo ou Ciências Políticas, porque continuar a escrever esse tipo de asneira comprova, somente, tua total falta de inteligência e credibilidade.

    Talvez seja por isso que és motivo de piada nas rodas de conversa dos assessores dos candidatos.

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *