Não se pode responsabilizar todo o mal que possa existir em Jaboatão a um Prefeito com 2 meses de gestão.

Tenho acompanhado a movimentação de algumas posições referente ao atual governo e percebo que em muito dos casos parece até pessoal, o que não deveria ser quando o assunto é política, mesmo assim, temos que ter a dimensão do que é um governo nos primeiros dois meses à frente de uma máquina complicada que é uma Prefeitura, principalmente a de Jaboatão. Hoje temos uma cidade com menos de 6 % de saneamento básico, não seria em dois meses que este quadro mudaria, hoje temos problemas de poluição dos rios, não seria em dois meses que isso mudaria, hoje temos problemas de analfabetismo ainda relevante no município, não seria em dois meses que isso mudaria, temos um problema de falta de médicos e medicamentos nos postos de saúde, não seria em dois meses que isso mudaria, temos problemas sérios de falta de habitação popular, não seria em dois meses que isso mudaria, temos problemas nos mercados públicos de toda ordem, não seria em dois meses que isso mudaria, temos problemas com infraestrutura e mobilidade urbana na cidade, não seria em dois meses que isso mudaria, temos problema falta de iluminação pública na cidade, não seria em dois meses que isso mudaria, quer dizer, não se pode cobrar de um governo que completou apenas dois meses de gestão aquilo que ninguém, nem mesmo o melhor gestor do mundo não conseguiria em tão pouco tempo. Vamos dar o crédito ao governo que se inicia para que possamos, quem sabe, avaliarmos melhor sua atuação, e até mesmo, torcer para que tenhamos uma cidade melhor para se viver.

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *