“Militantes de Neco agridem Anderson Ferreira e equipe”. Assessoria de Anderson

“Após o candidato a prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PR), ter apresentado, durante debate na Rádio Jornal, na manhã desta quinta-feira (13), documentos que comprovam que Neco (PDT) é réu na Justiça por formação de quadrilha e corrupção, e teve contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), militantes do candidato pedetista partiram para a agressão contra o republicano e membros de sua equipe. O fato aconteceu logo após Anderson ter deixado os estúdios da rádio.

Seguidores de Neco agrediram militantes de Anderson e chegaram a chutar o carro do candidato do PR, que só escapou ileso das agressões por estar no interior do veículo.

Durante o debate na emissora, Anderson apresentou dois processos que correm na Justiça contra Neco, mas o vereador não conseguiu prestar esclarecimentos à população jaboatonense quanto às investigações feitas pela Polícia Federal (PF) e Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e que, atualmente, encontram-se na 1ª Vara Criminal de Jaboatão dos Guararapes. Vale lembrar, inclusive, que no próximo dia 25 de novembro, Neco terá que ir pessoalmente depor na Justiça sobre as suspeitas de formação de quadrilha e corrupção.

Em relação à época em que era presidente da Câmara de Vereadores de Jaboatão dos Guararapes, Neco teve as contas rejeitadas por não ter repassado os recusos da Previdência para o INSS, por ter pago por combustível quando a Casa Legistiva sequer possuía veíuculos, e por descontrole na contratação de pessoal.

Ainda no debate, Anderson abordou o caso da esposa de Neco, que foi promovida, à época em que o vereador pedetista presidia a Câmara Municipal, e que, após dois anos, conseguiu se aposentar, ganhando cerca de R$ 13 mil.

Os integrantes da militância de Anderson Ferreira que tiveram sua integridade física comprometida pela equipe de Manoel Neco estão se dirigindo neste momento para a delegacia de Santo Amaro para registrar boletim de ocorrência contra a atitude violenta da equipe de Neco.”

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *