Maia diz que vai pautar processo de cassação de Cunha quando tiver quórum alto

Maia lembrou que a volta dos trabalhos legislativos coincidirá com períodos de convenções partidárias para eleições municipais e com os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro

O novo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse que vai pautar no Plenário o processo de cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha na volta do recesso parlamentar, em uma sessão na qual se tenha a garantia de quórum elevado.

Segundo Maia, qualquer votação com quórum baixo poderia interferir no resultado a favor ou contra. “E isso não é correto”. Maia acrescentou que o ideal seria um quórum parecido com o de ontem na eleição para presidente da Câmara, quando 495 estavam presentes no Plenário.

Ao frisar que vai escolher a “semana certa” para votação do processo de cassação de Cunha, Maia lembrou que a volta dos trabalhos legislativos coincidirá com períodos de convenções partidárias para eleições municipais e com os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

CPI da UNE

Questionado, o presidente Maia disse ainda que o recurso que trata da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Une será decidido pelo Plenário da Câmara.

Rodrigo Maia ainda tem encontro no final da tarde com o ministro das Relações Exteriores, José Serra, no Palácio Itamaraty.

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *