Maia afirma que abertura de inquérito vai comprovar que citações na Lava Jato são falsas

Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia concede entrevista.Rodrigo Maia comentou a abertura dos inquéritos pelo ministro Fachin

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou nesta terça-feira (11) que o inquérito pedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), no âmbito na investigação da Operação Lava Jato, vai comprovar que são falsas as citações de delatores a ele e que os inquéritos serão arquivados.

“Eu confio na Justiça e vou continuar confiando sempre. O Ministério Público e a Justiça vão fazer o seu trabalho de forma competente, e cabe ao Congresso cumprir seu papel institucional de legislar. Há separação dos poderes”, disse o presidente em entrevista após sessão do Plenário.

O ministro Edson Fachin, do STF, determinou a abertura de 74 inquéritos pedidos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, referentes a autoridades com prerrogativa de foro e outros possíveis envolvidos a partir de informações obtidas em acordo de colaboração premiada de ex-executivos do Grupo Odebrecht. O ministro determinou, ainda, a revogação do sigilo na maioria dos processos, mantendo em segredo de justiça a tramitação de dois inquéritos e 25 petições.

Edson Fachin autorizou abertura de investigação contra nove ministros do governo federal, três governadores, 29 senadores e 36 deputados federais.

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Roberto Seabra

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara Notícias

 

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *