Durante encontro, lideranças evangélicas do Recife pedem que vereador dispute vaga na ALEPE.

Perto de terminar o primeiro ano de mandato na Câmara Municipal do Recife, o vereador Renato Antunes (PSC) reuniu as principais lideranças religiosas da cidade, para uma prestação de contas, das ações durante este período. No encontro, o parlamentar ouviu pedidos para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa,  nas eleições do próximo ano.
 
Mais de 100 pastores,  de igrejas como  as Batistas, Presbiterianas e líderes de movimentos religiosos independentes, chegaram a elogiar o trabalho realizado por Renato, além de pedir que Renato fosse para as urnas em 2018, garantindo apoio para a disputa.
 
” O cenário político no âmbito local e nacional, passa por um vácuo de lideranças. Quando olhamos para um jovem como Renato, e por tudo que ele tem realizado na Câmara, entendemos que ele pode somar ainda mais para o nosso povo. Esse grupo quer Renato como Deputado Estadual de Pernambuco, a partir de 2019″, afirmou um dos pastores durante o encontro.
 
Ligado ao grupo político do Deputado Estadual André Ferreira (PSC), que deverá concorrer a uma vaga no Senado, no próximo certame eleitoral, Renato Antunes argumentou que o foco do seu trabalho está na vereança, mas não descartou encarar a disputa na ALEPE.
 
” Fico feliz por receber o apoio de representantes de um segmento tão forte, como o dos evangélicos. Estamos finalizando um ano de aprendizado, mas de muitos avanços. Melhorias nas escolas, ações nos bairros, defesa das nossas crianças e tantos outros temas importantes. Vamos continuar trabalhando, mas prefiro deixar a definição sobre as eleições de 2018, apenas no próximo ano. Vamos dialogar com o nosso partido, e vamos ver qual rumo vamos tomar”, assegurou o parlamentar.
 
 
Renato Antunes, que além de ser líder da bancada do PSC no legislativo municipal, atua como o  vice-presidente da comissão de educação da Casa, pautou o primeiro ano de trabalho na Casa José Mariano defendendo pautas como gestão governamental e a qualidade da rede municipal de ensino. 
 
O vereador também utilizou o mandato, para defender questões mais conservadoras, como a preservação da família tradicional, e condenar questões como a ideologia de gênero no Recife.

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *