DOÍ NA COLUNA: Jaboatão e o governo sem pés e sem cabeça

Por mais que a torcida do Prefeito Anderson se esforce, muitos já perderam os argumentos de defesa, isso, porque não há estoque de argumentos que dure por muito tempo no meio político da cidade, até porque, todos os dias notícias saem em vários meios de comunicação do Estado, é um tal de Centro Administrativo que desde que foi alugado é o centro das atenções do Ministério Público e da Câmara que tenta instalar uma CPI já aprovada em Plenário, é a tal de licitação que foi cancelada por decisão do TCE, é um prêmio recebido e que não foi da atual gestão, uma reforma do Jeferson de Freitas que não durou 6 meses, são vários contratos sendo questionados por superfaturamento, é um tal de “AQUI Tem LED”, que também está sendo questionada na sua publicidade, é o Posto de Saúde que está pronto em Vila Rica e não é inaugurado por sido feito pela gestão anterior, uma cidade que não pode ver água, ontem foi a reportagem do JC em que afirma que o governo não fornece alimentação e nem remédios para as crianças. São tantas emoções, como diz o meu amigo irmão de fé e camarada, Roberto Carlos. Realmente, não dar para controlar, não dá, não dá para planejar, eu ligo o Rádio, e, blá, blá (Lobão). E nestas desarrumações, virei até compositor, desculpe, não são minhas as letras, fui influenciado? Brincadeira de criança, como é bom, como é bom (Molejo). De novo? Pare, até quando você vai mudar minha vida (Zezé)……FICO POR AQUI E SEM LED.

VEREADOR 2020: Estratégias e tatícas para uma campanha vencedora