DOÍ BEM NA COLUNA DESTA SEXTA FEIRA

Movimentando a política do Estado

Depois da aprovação da Reforma da previdência em primeiro turno, o Estado de Pernambuco teve o seguinte placar, 14 votos a favor e 11 votos contra, se olharmos os partidos que votaram contra, teremos o PSB, PDT, PT, PP e PCdoB,  pode-se dizer que em Pernambuco, provavelmente estes serão os Partido que devem caminhar juntos nas eleições de 2020 e que serão protagonistas em 2022, que coincidentemente formam a base do governo de Paulo Câmara em Pernambuco, sem a certeza do MDB e com exceção do Deputado Carreras que saiu deste campo e deve compor uma nova frente após o marco estabelecido na votação mais importante até agora do governo Bolsonaro. Na contra mão de tudo isso, o Governador recebeu um recado do MDB de que não deve caminhar juntos em 2020, e em 2022 deve dar outros saltos, ainda mais alto, apoiando um projeto que deve ter os Coelhos a frente e com novos protagonistas, que aponta para um quadro do MDB, o Prefeito de Petrolina e o Deputado Carreras que pode ser a opção desta nova arrumação política.

Correndo por fora, e em enfraquecido por uma gestão cheia de denúncias e sem a aprovação das ruas, estão os Ferreiras, que deve ser adesista deste novo projeto, por uma questão de sobrevivência política.

Dica: A Máquina De Vendas Online 2018