Dois turnos em um só: Campanha em Pernambuco começa com polarização ferrenha

COLUNA DO BLOG: A falta de uma segunda via em Pernambuco tornou a campanha um alvo de um tiro só, pelo andar da carruagem, o certame deve acabar já no primeiro tiro, desta forma, os dois principais candidatos correm para alterarem esta possibilidade. De um lado, o atual governador, que tenta a sua reeleição, e parte na frente com possibilidade de acabar com a eleição já em outubro, e do outro lado o peso pesado, que ainda não conseguiu a leveza de um candidato que fale e expresse em discurso que o Pernambuco quer. Bem, como os outros candidatos não decolam e dificilmente vão passar dos dois dígitos, a eleição em Pernambuco deve mesmo ser final em outro, mesmo assim, e como em política tudo pode acontecer, inclusive nada, agora é sapato novo e muita andança pelo estado.

PP terá maior bancada na ALEPE em 2019

Não há dúvida mais que o PP deve eleger a maior bancada em 2019, provavelmente entre 17 e 18 nomes devem compor a bancada do Partido. Com isso, o Partido vai chegar com um peso definido na Assembleia.

Senado: Briga de gente grande.

Pelas pesquisas já publicadas, nenhum candidato pode ainda dizer que vai para Brasília, cinco nomes ainda com possibilidades de vencer as eleições: Jarbas, Humberto, Mendonça, Silvio Costa e Bruno Araújo. Bruno entra na briga depois que o PP decidiu apoiá-lo.

Os mais votados em Jaboatão para Deputado Estadual

Jaboatão com mais de 300 mil votos validos em 2019, deve ter cinco nomes que vão ter votos acima de 10 mil, são eles; Pastor Cleiton Collins (deve ter acima dos 40 mil), em segundo Manoel Ferreira (acima dos 30 mil), o terceiro, a filha de Lula Cabral, Neco, Lucas Ramos, Joel da Harpa e Elias Gomes (devem ter acima dos 15 mil).

Deixe um comentário:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Current ye@r *