o-procon-recife-ja-esteve-em-439-estabelecimentos-para-vistoriar-o-cumprimento-de-medidas-para-prevenir-o-novo-coronavirus

O Procon Recife já esteve em 439 estabelecimentos para vistoriar o cumprimento de medidas para prevenir o novo coronavírus

Supermercados e lotéricas foram fiscalizadas e notificadas por descumprimento das medidas estabelecidas, além de multas aplicadas por prática de preços abusivos

O Procon Recife fiscalizou 439 estabelecimentos – supermercados e lotéricas -, desde as medidas anunciadas para o funcionamento desses  serviços pela Prefeitura do Recife, em 13 de abril, dentro do Plano de Contingência do Novo Coronavírus (Covid-19). Com o apoio da Diretoria Executiva de Controle Urbano (Dircon), foram observadas se estavam sendo cumpridas as determinações para evitar aglomerações nesses locais, para que dessa forma consumidores e funcionários se prevenissem contra a disseminação da covid-19. Entre as principais medidas foram: a disponibilidade de álcool 70%, distanciamento nas filas, redução das vagas de estacionamento e da quantidade de pessoas de acordo com o porte da loja.

Em relação à fiscalização do cumprimento ao Decreto Nº 33521- relativo sobre a prática de preço abusivo – foram realizadas 253 visitas, sendo 186 regulares, 24 multadas por desobediência e 41 em análise. Para o cumprimento do Decreto Nº 33614  – filas e álcool a 70% – foram realizadas 186 fiscalizações, 136 para notificação de constatação de irregularidades e 50 regulares. “As equipes de fiscais continuam na rua com uma programação de 20 visitas por dia”, salientou a presidente do Procon Recife, Ana Paula Jardim.

Os principais problemas que continuam sendo detectados são: a falta de marcação do distanciamento das filas ou a sua não obediência pelos consumidores – o que deve ser monitorado pelos próprios estabelecimentos. “O descumprimento das determinações implica em multas e até suspensão do alvará de funcionamento conforme o grau de gravidade da infração”, alerta Ana Paula Jardim.

Denúncias – Os canais tradicionais de atendimento do Procon Recife continuam com funcionamento presencial suspenso em decorrência da emergência da Pandemina  covid-19. Os consumidores poderão fazer denúncias gratuitamente pelas redes sociais do órgão:   Instagran:@proconrecife ou facebook: proconrecife e ainda pelo email: denunciaprocon@recife.pe.gov.br.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 
Carrossel?: 
0

Leia Mais

teatro-santa-isabel-completa-170-anos-nesta-segunda-feira-(18)

Teatro Santa Isabel completa 170 anos nesta segunda-feira (18)

 

De portas fechadas pela pandemia, o Teatro de Santa Isabel abriu janelas nas redes sociais para celebrar os 170 anos, que completa na próxima segunda-feira (18). Nestes tempos de distanciamento como decoro social e sanitário urgente e necessário para salvar vidas, as comemorações, que começaram no último dia 6, estão sendo virtuais. Na data exata do aniversário do teatro, a programação preparada pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, será música para ouvidos isolados. 

A partir das 19h de segunda-feira, o Santa Isabel convida seu público cativo a ficar em casa e assistir à live-celebração protagonizada pelas atrações musicais: SH (Surama Ramos e Henrique Albino), Publius Lentulus, Grupo Instrumental Brasil e Chorinho da Roça.

“O Teatro de Santa Isabel comemora este ano seus 170 aniversários de vida e de glória, de beleza, de alegria e de aplausos. Muita música, palavras que são ideias, são lutas e são vitórias”, comemora a secretária de Cultura do Recife, Leda Alves. 

As celebrações aos 170 anos do Teatro Santa Isabel continuam nos próximos dias 20 e 27, com bate-papos virtuais entre o gestor do equipamento, Romildo Moreira, e os convidados André Brasileiro e José Renato Accioly, sempre a partir das 19h, trazendo à tona questionamentos sobre o futuro dos mercados da arte pós pandemia, além claro de memórias e histórias que o Santa Isabel ajudou a contar na vida e na carreira de cada um.

As apresentações musicais e conversas serão transmitidas ao vivo, no perfil do teatro no Instagram (@teatrodesantaisabeloficial), único palco possível para escoar produções, mobilizações, alumbramentos e questionamentos artísticos em tempos de isolamento social. 

Sobre o Teatro:

O Teatro Santa Isabel, cujo nome é uma homenagem à Princesa Isabel, foi inaugurado em 18 de maio de 1850, com a apresentação do espetáculo O Pajem de Aljubarrota, do escritor português Mendes Leal, inserindo a então província de Pernambuco numa nova fase cultural. 

Idealizado pelo Barão da Boa Vista, teve o projeto dirigido pelo engenheiro francês Louis Léger Vauthier, que inovou na época, optando por não utilizar trabalho escravo na construção de arquitetura neoclássica. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 31 de outubro de 1949, o equipamento foi mais tarde eleito um dos 14 teatros-monumentos do país.

Durante toda a sua história, a casa sempre esteve no centro da vida política da cidade, tendo assistido à Revolução Praieira e abrigado a campanha abolicionista e pelo advento da República. Frequentado, desde sempre, por notórias personalidades da cultura nacional, o Teatro de Santa Isabel foi cenário dos debates literários de Tobias Barreto e Castro Alves. Foi de lá que ecoou para todo o Brasil a histórica frase do abolicionista Joaquim Nabuco: “Aqui vencemos a causa da abolição”, imortalizada numa placa exibida numa das paredes do teatro até hoje.

Uma curiosidade sobre o teatro é que ele chegou a ser destruído por um incêndio ocorrido em 19 de setembro de 1869, tendo sido totalmente recuperado, redimensionado e entregue outra vez ao povo pernambucano em 16 de dezembro de 1876, para em 2020, quem diria, virar de novo saudade, até que o coronavírus dê à humanidade uma merecida trégua.Sobre as atrações musicais:

SH (Surama Ramos e Henrique Albino) – Mais do que uma performance para dois intérpretes que cantam, tocam diversos instrumentos (incluindo instrumentos não convencionais e remixagens eletrônicas ao vivo) e que dialogam com interações com o público, SH é um retrato dos sentimentos que acabam por serem reprimidos dentro de cada um; a onomatopeia que nos faz calar como título. Tendo como fundamentação as vidas dos intérpretes/autores, as partículas geradoras das composições são autobiográficas. Surama e Henrique têm como característica principal a versatilidade, e partem disso para tornar a sonoridade o mais fiel possível às ideias que passam em suas mentes. 

Publius Lentulus – Publius é um “cantautor”. Lançou em 2018 seu mais recente álbum “dia de sol”, em todas as plataformas digitais, com as colaborações de Marcelo Jeneci, Lula Queiroga, Hugo Linns e de Juliano Holanda, dentre outros artistas.

Grupo Instrumental Brasil – O GIB é formado por dois trompetes, uma trompa, um trombone, um trombone baixo, uma tuba e percussão, adaptando-se a formações camerísticas. O grupo é constituído por professores educadores dos departamentos de música da UFPE e UFPB, do Conservatório Pernambucano de Música, por músicos membros da Orquestra Sinfônica do Recife e profissionais atuantes no cenário nacional e da região. Foi fundado em 2014 e difunde a música de concerto, promovendo a contextualização histórico-musical, a capacitação e a formação de plateia. Integrantes: Antonio Barreto, Augusto França, Iris Vieira, Mizael Fonseca e Rinaldo Fonseca.

Chorinho na Roça – Formado em 2019 a partir dos encontros semanais de músicos para tocar choro na Roda Infinito no Restaurante A Fazendinha, nas Graças, o Chorinho da Roça busca imprimir em suas apresentações uma autenticidade sonora através dos seus arranjos e de um timbre requintado, mixando instrumentos tipicamente eruditos, como o oboé, com outros mais tradicionais do gênero, violão e o pandeiro.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Teatro Santa Isabel completa 170 anos nesta segunda-feira (18) (Foto: Andréa Rêgo Barros/ PCR)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

prefeitura-do-recife-entrega-alojamento-para-profissionais-de-saude

Prefeitura do Recife entrega alojamento para profissionais de saúde

 

Em mais uma ação pioneira no País, a Prefeitura do Recife entregou, nesta sexta-feira (15), um alojamento para profissionais da rede municipal de saúde que atuam na linha de frente da pandemia e moram com familiares pertencentes a grupo de risco da covid-19, precisando se manter afastados para evitar possíveis contaminações. O Alojamento Provisório Recife foi montado dentro de um prédio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), em Santo Amaro.

Com a necessidade do isolamento social e o recesso das aulas, o espaço foi adaptada para acolher os profissionais da Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife e estará à disposição deles até o fim da pandemia. O alojamento terá 30 leitos, além de leitos de isolamento para os profissionais que posteriormente apresentarem sintomas de covid-19.

“Os profissionais de saúde estão na ponta, cuidando de todos nós recifenses. Nesta fase de isolamento rígido, esse alojamento assegura que eles possam continuar o trabalho essencial que estão fazendo, com a tranquilidade de saber que seus entes queridos estão protegidos”, destacou Bernardo D’Almeida, secretário de Educação do Recife.

O espaço contará com banheiros, sala de convivência com televisão, refeitório, mini-copa, internet, área de lavanderia, vigilância 24 horas e auxiliares de serviços gerais. A Prefeitura do Recife também vai oferecer três refeições por dia e kits com lençóis, toalhas, prato, talheres e copo, além de armários para guarda de pertences. Para humanizar o ambiente, a Secretaria de Educação fez grafitagens com homenagens aos profissionais de saúde.

O cadastro para o alojamento está sendo realizado pela Secretaria de Saúde através do e-mail alojamentoprovisoriopcr@gmail.com. Para se inscrever nas vagas, o servidor da rede municipal precisa ter entre 18 e 59 anos de idade, atuar na linha de frente da pandemia e estar assintomático, além de precisar comprovar que mora com familiar de primeiro grau que pertence ao grupo de risco da doença, como pessoas idosas, hipertensas, diabéticas etc.

Serão dez vagas para profissionais do Samu Metropolitano do Recife, dez vagas para os trabalhadores do hospital de campanha erguido na área externa da Policlínica Barros Lima, em Casa Amarela, e dez para profissionais da Policlínica Waldemar de Oliveira, em Santo Amaro, que é uma das unidades de referência da Atenção Básica para atendimento de pessoas com suspeita de covid-19 e para testagem de profissionais.

“Além da tensão que é enfrentar uma pandemia como esta, sabemos que muitos profissionais voltam para casa com medo de contaminar seus familiares. Com a opção do alojamento, queremos ofertar a possibilidade de eles trabalharem mais tranquilos, dividindo quarto com outros colegas que passam pelas mesmas angústias que eles”, disse o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.

TESTES – Nessa quinta-feira (13), a Prefeitura do Recife lançou um site para os profissionais de saúde e de segurança pública com sintomas respiratórios, que estão em atividade, agendarem o teste para covid-19. O objetivo da iniciativa é agilizar o diagnóstico da doença, facilitar a marcação e evitar filas. Os agendamentos serão feitos através da página www.testecovid19.recife.pe.gov.br. Também poderão ser testados os familiares que moram com os profissionais e também apresentarem sintomas.

Os profissionais de saúde da rede privada do Recife que trabalham em locais onde os exames não são fornecidos também poderão ser testados. Para isso, precisarão apresentar uma declaração da chefia imediata com esta informação.

A Secretaria de Saúde do Recife atualmente realiza testes em quatro unidades de referência: Policlínica Waldemar de Oliveira; Centro de Saúde Dr. José Dustan, na Iputinga; Centro de Saúde Professor Mário Ramos, em Casa Amarela, e Centro de Saúde Vereador Romildo Gomes, na Imbiribeira. Além disso, a coleta de material também está acontecendo diretamente em algumas unidades onde os profissionais trabalham. O paciente só deve ir até a unidade de testagem escolhida no dia e horário agendado.

 

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

O local será destinado a profissionais da linha de frente da pandemia que moram com familiar pertencente a grupo de risco e precisam se manter afastados para evitar contaminações (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

trabalhadores-informais-receberao-16-mil-cestas-basicas-da-pcr-para-garantir-alimentacao-durante-a-quarentena

Trabalhadores informais receberão 16 mil cestas básicas da PCR para garantir alimentação durante a quarentena

 

Após garantir mais de 286 mil cestas básicas para as famílias dos alunos da rede municipal de ensino e outras 100 mil para as pessoas em situação de vulnerabilidade de toda a cidade, a Prefeitura do Recife beneficia os trabalhadores informais que mais serão afetados pelas medidas de isolamento social rigoroso que entram em vigor na cidade neste sábado (16), por meio de decreto do Governo do Estado. Estão sendo distribuídas ao longo desta sexta-feira (15), mais 16 mil cestas básicas para esse grupo. Os insumos foram garantidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. A ação acontece em vários pontos de entrega e terá a coordenação de diversas secretarias municipais.

As cestas serão entregues, sobretudo, àqueles profissionais que precisam da clientela para desenvolverem suas atividades e garantirem a renda. Dessa forma, serão beneficiados artesãos, cooperativas de catadores, comunidade de terreiros, quiosqueiros, ambulantes, feirantes, grafiteiros, barqueiros, guias de turismo, flanelinhas, condutores e condutores auxiliar de táxi e transporte complementar, entre outros.  

No Centro Comercial de Casa Amarela (Sempre Viva), onde todos os boxes estão fechados devido à quarentena, foram entregues 420 cestas básicas. Para o comerciante Jair Gomes, o benefício veio em boa hora. “Estamos com nosso ponto fechado há quase dois meses e tem sido muito difícil levar a comida para casa. Moro apenas com minha esposa e estamos fazendo o possível para respeitar a quarentena. Com essa cesta básica, não vamos precisar nos arriscar tanto para garantir o alimento”, disse.  

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna, a distribuição das cestas visa possibilitar que os trabalhadores informais sintam menos as consequências do reforço da quarentena neste momento. “Já está muito claro que o isolamento social é, de fato, a única forma de conseguirmos cessar o avanço de contágio por covid-19. Porém, nossa função, quanto poder público, é garantir que os profissionais mais vulneráveis consigam alimentar suas famílias durante esse período”, afirmou

CESTAS BÁSICAS – Desde os primeiros casos suspeitos de covid-19 no Recife, a Prefeitura da Cidade têm realizado ações para garantir a alimentação na mesa das famílias que mais precisam. Nos últimos dois meses, já foram distribuídas mais de 286 mil cestas básicas e outros 286 mil kits de higiene e limpeza para as famílias dos 90 mil alunos da rede municipal de ensino. Além disso, a rede de assistência social do município entregou mais de 100 mil cestas básicas para as famílias que recebem o Bolsa Família e para as famílias da “fila de espera”, que têm o perfil para participar do programa, mas que ainda não foram incluídas pelo Governo Federal.A rede de solidariedade mobilizada pela Prefeitura do Recife, com o apoio da sociedade civil e de empresas também já distribuiu mais de 60 mil cestas em toda a cidade. Além disso, os restaurantes populares da Prefeitura do Recife já garantiram 70 mil refeições na forma de quentinhas para a população em situação de rua.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Ação beneficia grupos mais vulneráveis diante das novas medidas de isolamento social necessárias no momento de progressão dos casos de covid-19 na cidade. Com a entrega, Prefeitura do Recife passa de 400 mil cestas básicas distribuídas durante a pandemia (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

recife-decreta-luto-oficial-em-memoria-as-vitimas-da-covid-19

Recife decreta luto oficial em memória às vítimas da covid-19

No dia em que a cidade ultrapassa a marca de 500 vidas perdidas para a doença causada pelo novo coronavírus, prefeito Geraldo Julio publicou decreto estabelecendo luto oficial de três dias pelas vítimas da pandemia

 

A edição do Diário Oficial do Município publicada nesta sexta-feira (15) trouxe o decreto de luto oficial por três dias na cidade do Recife pela perda de mais de 500 recifenses vítimas da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, em situação de pandemia há mais de dois meses. O prefeito Geraldo Julio assina o decreto, homenageando aqueles que não resistiram aos efeitos da doença que já vitimou mais de 300 mil pessoas ao redor do mundo e mais de 13 mil no Brasil. A Prefeitura do Recife lamenta e se solidariza com as famílias de cada um dos 507 recifenses vítimas da pandemia.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 
Carrossel?: 
0

Leia Mais

prefeitura-do-recife-cria-plataforma-de-voluntariado-online-para-apoio-durante-crise-do-coronavirus

Prefeitura do Recife cria plataforma de voluntariado online para apoio durante crise do coronavírus

Dicas de como cortar o cabelo, apoio no reforço escolar, orientações de como fazer um reparo caseiro ou uma aula de pintura para manter a mente ocupada. Em épocas de isolamento social e permanência dentro de casa, tempo e conhecimento podem ser uma boa forma de ajudar quem precisa. E para aproximar quem quer doar um pouquinho de si com quem necessita deste apoio, a Prefeitura do Recife criou a plataforma de colaboração Voluntários Online, que já pode ser acessada pelo endereço voluntariosonline.recife.pe.gov.br.

No hotsite, a Prefeitura do Recife cadastrou mais de 30 atividades para quem quiser ajudar outra pessoa sem sair de sua residência. Pode ser o compartilhamento de uma receita de cozinha, uma aula de dança, oficina de brinquedos de sucata para entreter as crianças ou então dicas de educação financeira. E a lista segue em categorias como atividades para casa, aprendizado e orientação, saúde e bem-estar, expressão artística, alimentação e atividades infantis.Para o cadastro, basta o internauta selecionar se quer ajudar ou se precisa de ajuda para algo, escolher a atividade e informar nome, CPF e um contato de celular. O sistema cria cartões para cada pedido ou oferta de ajuda. A partir daí, outra pessoa também cadastrada no site pode escolher um destes cartões e a conexão se estabelece, criando um ‘match’ solidário.O Voluntários Online cria a conexão, mas a atividade deve ser combinada e realizada entre os usuários através de um algum serviço externo, como o WhatsApp, excluindo o contato físico e sem depender da quebra do isolamento social.“Voluntários Online é uma plataforma de conexão. O objetivo é fazer esse encontro das pessoas que estão em casa e que têm disponibilidade de ajudar com outras pessoas que estão precisando de algum suporte”, explicou Guila Calheiros, secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife.Guila também reforça a importância do uso da ferramenta em caráter exclusivamente remoto. “O Voluntários Online é uma plataforma aberta que permite que as pessoas se conectem virtualmente. Queremos agregar trabalhos e atividades de suporte que possam ser realizadas de forma virtual, não presencial, pois não queremos incentivar a aproximação física neste momento”. O projeto Voluntários Online é uma parceria da Prefeitura do Recife, através da Emprel, com a empresa recifense Bemind.O Voluntários Online faz parte do conjunto de iniciativas da Prefeitura do Recife que incentivam a solidariedade neste momento de combate ao coronavírus. Para saber mais detalhes sobre as ações da prefeitura para minimizar os efeitos da pandemia, acesse o site novocoronavirus.recife.pe.gov.br.

Secretaria?: 
0
Categoria/Assunto: 

img_alt

Objetivo do Voluntários Online é gerar conexões entre quem tem algo a oferecer e quem precisa de algum tipo de ajuda. Tudo sem sair de casa (Foto: Cortesia)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

pcr-reforca-parcerias-e-articula-a-distribuicao-de-29-mil-livros-com-foco-na-primeira-infancia

PCR reforça parcerias e articula a distribuição de 29 mil livros com foco na Primeira Infância

 

Sonhos, planos, afeto, aventuras, conhecimento. Os livros permitem o estímulo à criatividade e abrem janelas para um futuro diferente. De olho nas crianças de zero a seis anos de idade, sobretudo as que fazem parte de situações de vulnerabilidade social, a Prefeitura do Recife intermediou a doação de 29 mil livros. Os livros são fruto da articulação da Secretaria Executiva para Primeira Infância do Recife junto a outras instituições, editoras locais, nacionais e autores. 

A Prefeitura do Recife vem investindo fortemente em ações, programas e projetos voltados para a Primeira Infância há quatro anos. Esse recorte tornou-se prioritário por parte da gestão municipal e envolve hoje diversas Secretarias nessas atividades. “Esse olhar cuidadoso e criterioso gera políticas públicas capazes de envolver não só as crianças, mas também suas famílias e preparar a todos para um futuro mais consistente e, assim, contribuir de maneira direta na formação cidadão desses pequenos”, explica Rogério Morais, secretário executivo para Primeira Infância. “A primeira infância é a fase de maior importância para a formação integral do ser humano”, completa. 

Para realizar a articulação e a entrega desses 29 mil exemplares, a Prefeitura do Recife buscou parcerias. A ONG Visão Mundial e a Central Única das Favelas (Cufa/PE) são exemplos de dois importantes braços que tornaram possível que os livros chegassem às comunidades socioeconômicas mais vulneráveis da capital pernambucana. “O isolamento social trará consequências sérias e, em particular, para a primeira infância. É por isso que precisamos estar atentos a esse público, gerar alternativas para este momento e buscar parceiros para esses tipos de ações é fundamental”, finaliza Rogério. 

Dentre os muitos ganhos, a leitura fortalece o desenvolvimento da capacidade de atenção, da memória de trabalho, enriquece o vocabulário, desenvolve a oralidade, a fluência leitora, a capacidade de interpretação.

Secretaria?: 
0
Categoria/Assunto: 

img_alt

O trabalho é coordenado pela Secretaria Executiva para a Primeira Infância do Recife e reforça a importância da leitura para o desenvolvimento emocional, social e cognitivo das crianças de zero a seis anos de idade. (Foto: Cortesia)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

prefeito-geraldo-julio:-“isolamento-social-e-hospitais-de-campanha-ja-salvaram-mais-de-4,6-mil-vidas-no-recife”

Prefeito Geraldo Julio: “Isolamento social e hospitais de campanha já salvaram mais de 4,6 mil vidas no Recife”

 

Na semana em que foram completados dois meses dos primeiros casos confirmados de covid-19 no Recife, a Prefeitura segue no esforço para ampliar a capacidade de atendimento do sistema de saúde e salvar mais vidas. De acordo com o prefeito Geraldo Julio, seguindo projeções de estudos internacionais e o número de altas dos leitos criados pela Prefeitura do Recife, o esforço já foi responsável pela preservação de mais de 4,6 mil vidas na cidade. 

Em 40 dias, a Prefeitura do Recife construiu sete hospitais municipais, que chegaram as marcas de 6.638 atendimentos realizados e 1.614 pacientes internados. Já receberam tratamento adequado e tiveram alta 521 pacientes nesses novos leitos criados pela Prefeitura do Recife. Para continuar a abertura de novos leitos, o que acontece diariamente, a Prefeitura do Recife mobilizou para os hospitais de campanha um total de 3318 profissionais, sendo 425 deles novos médicos.

“Alguns dados são muito importantes para demonstrar a efetividade do trabalho que vem sendo feito pela Prefeitura do Recife. O isolamento social, utilizando as projeções da Imperial College, reduziu o número de vítimas em 4.143 pessoas. Somando esse número com as 521 altas de pacientes tratados nas novas unidades de saúde criadas pela Prefeitura do Recife para o enfrentamento à pandemia, chegamos a pouco mais de 4.600 famílias que deixaram de perder uma pessoa para a covid-19. Tudo fruto do trabalho de muita gente, do esforço de muita gente que está empenhada em salvar vidas”, avaliou o prefeito.

Questionado pela imprensa, o prefeito esclareceu que esse esforço é complementar ao do Governo do Estado. “Desde o primeiro momento, os leitos criados pela Prefeitura do Recife já atendem pacientes de outras cidades também, porque o SUS funciona assim: os novos leitos entram na Central de Regulação, que monitora todo o estado e atende a pacientes do SUS de qualquer cidade. Até a data de ontem, já internamos mais de 300 pacientes de outras cidades nos leitos construídos pela Prefeitura nessas últimas semanas”, informou o prefeito. 

O prefeito também fez um balanço das ações de assistência social, que vem garantindo apoio aos recifenses para enfrentar as dificuldades causadas pela pandemia. “Já fizemos a distribuição de 286 mil cestas básicas e também 286 mil kits de higiene, pela Secretaria de Educação para atender às famílias dos nossos alunos da rede municipal de ensino. Na rede de solidariedade, com o apoio da sociedade mais de 60 mil cestas básicas já foram distribuídas. E, pela Secretaria de Assistência Social, a gente chega ao número de 100 mil cestas básicas distribuídas e mais de 70 mil quentinhas servidas em nossos restaurantes populares”, avaliou o prefeito.

AGENDAMENTO – Na coletiva, desta quinta-feira, o secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, anunciou o início do serviço de agendamento online para exames da covid-19 para profissionais de saúde e de segurança pública com sintomas respiratórios, que estão em atividade. O objetivo da iniciativa é agilizar o diagnóstico da doença, facilitar a marcação e evitar filas. Os agendamentos serão feitos através da página www.testecovid19.recife.pe.gov.br. Também poderão ser testados os familiares que moram com os profissionais e também apresentarem sintomas.

“A Prefeitura do Recife e o Governo do Estado têm feito um protocolo de testagem com profissionais de saúde, que tenham sintomas e estejam em atividade. Temos uma rede de serviços que faz a coleta nas próprias unidades. Para quem não trabalha nessas unidades, trabalhadores da área de saúde do setor público ou do setor privado, que não conte com coleta na sua unidade de origem, estamos disponibilizando no Recife quatro unidades de saúde que fazem a coleta de testes. Esse agendamento é feito, a partir de hoje, pelo endereço eletrônico www.testecovid19.recife.pe.gov.br. Recife, que já colheu mais de 6.200 amostras de profissionais de saúde, agora, com esse novo sistema de agendamento para profissionais de saúde, evita filas e aglomerações para fazer essa checagem”, detalhou o secretário.

Os profissionais de saúde da rede privada do Recife que trabalham em locais onde os exames não são fornecidos também poderão ser testados. Para isso, precisarão apresentar uma declaração da chefia imediata com esta informação.

Ao entrar no site, o usuário vai realizar um cadastro com informações pessoais e profissionais de acordo com os critérios estabelecidos para a realização da testagem. Após essa etapa, ele será orientado sobre o período e a técnica indicados para a realização do exame e, em seguida, fará a escolha do local, data e horário da testagem. O paciente só deve ir até a unidade de testagem escolhida no dia e horário agendado.

A Secretaria de Saúde do Recife atualmente realiza testes em quatro unidades de referência: Policlínica Waldemar de Oliveira, em Santo Amaro; Centro de Saúde Dr. José Dustan, na Iputinga; Centro de Saúde Professor Mário Ramos, em Casa Amarela, e Centro de Saúde Vereador Romildo Gomes, na Imbiribeira. Além disso, a coleta de material também está acontecendo diretamente em algumas unidades onde os profissionais trabalham.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Maior rede de hospitais de campanha para covid-19 do Brasil já atingiu a marca de mais de 1600 internamentos e 521 altas (Foto: Andréa Rêgo Barros/ PCR)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

teatro-santa-isabel-realiza-debate-virtual-nesta-quarta-(13)

Teatro Santa Isabel realiza debate virtual nesta quarta (13)

 

As celebrações aos 170 anos do Teatro Santa Isabel continuam nesta quarta-feira (13), com a programação preparada pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, para encher as redes sociais do equipamento de conteúdos que convidam a celebrar e descontrair, mas também a refletir e preparar o mundo para ser palco da nova ordem social que se anuncia após a maior crise sanitária da história recente da humanidade.A partir das 19h, o gestor do Teatro, Romildo Moreira, conversa com Mônica Lira e depois com Paula de Renor, sobre dança e teatro, trazendo à tona questionamentos sobre o futuro dos mercados da arte pós-pandemia, além claro de memórias e histórias que o Santa Isabel ajudou a contar na vida e na carreira de cada um.

As conversas serão transmitidas ao vivo, no perfil do teatro no Instagram (@teatrodesantaisabeloficial), único palco possível para escoar produções, mobilizações, alumbramentos e questionamentos artísticos em tempos de isolamento social. Os debates terão duração de 30 minutos cada e ficarão disponíveis por 24h após a transmissão ao vivo no perfil do teatro. Nos próximos dias 20 e 27, os convidados para o bate-papo virtual serão André Brasileiro e o maestro José Renato Accioly.

Mas a celebração não será toda de retórica. No dia 18 de maio, data exata em que a casa fez sua estreia, no ano de 1850, apresentando seu primeiro espetáculo, O Pajem de Aljubarrota, do escritor português Mendes Leal, para uma plateia de ilustres, a programação será música para ouvidos isolados.

Exatos 170 anos depois, o Santa Isabel pede a seu público cativo que fique em casa e participe da celebração do sofá, a partir das 19h, curtindo a live-celebração protagonizada pelas atrações musicais: SH (Surama Santos e Henrique Albino), Publius Lentulus, Grupo Instrumental Brasil e Chorinho da Roça, todos selecionados pelo edital do projeto Santa Isabel em Cena, que teve sua programação adiada por tempo indeterminado, em função do avanço da pandemia.

Sobre o Teatro:

O Teatro Santa Isabel, cujo nome é uma homenagem à Princesa Isabel, foi inaugurado em 18 de maio de 1850, inserindo a então província de Pernambuco numa nova fase cultural. Idealizado pelo Barão da Boa Vista, teve o projeto dirigido pelo engenheiro francês Louis Léger Vauthier, que inovou na época, optando por não utilizar trabalho escravo na construção de arquitetura neoclássica. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 31 de outubro de 1949, o equipamento foi mais tarde eleito um dos 14 teatros-monumentos do país.

Durante toda a sua história, a casa sempre esteve no centro da vida política da cidade, tendo assistido à Revolução Praieira e abrigado a campanha abolicionista e pelo advento da República. Frequentado, desde sempre, por notórias personalidades da cultura nacional, o Teatro de Santa Isabel foi cenário dos debates literários de Tobias Barreto e Castro Alves. Foi de lá que ecoou para todo o Brasil a histórica frase do abolicionista Joaquim Nabuco: “Aqui vencemos a causa da abolição”, imortalizada numa placa exibida numa das paredes do teatro até hoje.

Uma curiosidade sobre o teatro é que ele chegou a ser destruído por um incêndio ocorrido em 19 de setembro de 1869, tendo sido totalmente recuperado, redimensionado e entregue outra vez ao povo pernambucano em 16 de dezembro de 1876, para em 2020, quem diria, virar de novo saudade, até que o coronavírus dê à humanidade uma merecida trégua.Sobre os convidados da semana:

Mônica Lira – Bailarina, coreógrafa, professora, artista da dança e produtora. Diretora do Grupo Experimental (Recife) desde sua fundação, em 1993, tendo criado mais de 20 obras de dança ao longo da trajetória do grupo, que circulou por todas as regiões do Brasil e apresentou-se ainda no Peru, Equador, Argentina, Chile, Paraguai, Portugal, Itália e Espanha. Realizou durante 10 anos o projeto social “Núcleo de Formação em Dança”, com mais de 500 jovens passando pelas aulas de dança promovidas pelo Grupo Experimental através de sua metodologia. Atuante na política cultural local, foi uma das fundadoras do Movimento Dança Recife (uma articulação política com 15 anos de atuação). Já trabalhou como gestora pública na Prefeitura do Recife, no Serviço de Dança, e participou do Conselho de Cultura. Pós graduada em “Gestão e Produção Cultural” e “Especialização em Estudos Contemporâneos em Dança” pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), mestranda em dança na UFBA.

Paula de Renor – Atriz, produtora e diretora da Remo Produções Artísticas desde 1983. Produziu diversos espetáculos de teatro, incluindo duas coproduções internacionais. Também atua na produção de programas para Televisão e projetos sociais ligados ao teatro. Esteve à frente, como curadora e produtora, do Janeiro de Grandes Espetáculos por 17 anos e hoje produz o RESIDE-Festival Internacional de Teatro de PE, que está na sua 2ª edição. Idealizadora, produtora e gestora do Teatro Armazém 14 por 11 anos. Curadora do Festival Internacional de São José do Rio Preto em 2014 e Festival do Teatro Brasileiro XX Edição/2019. Representante de teatro e ópera no Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Mônica Lira e Paula de Renor são as convidadas da semana para participar das celebrações virtuais preparadas pela Prefeitura do Recife para comemorar os 170 anos do teatro centenário (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

pcr-promove-drive-thru-para-vacinacao-de-pessoas-com-deficiencia,-nesta-quarta-(13)

PCR promove drive thru para vacinação de pessoas com deficiência, nesta quarta (13)

 

A Prefeitura do Recife disponibiliza, nesta quarta-feira (13), um esquema de drive thru para vacinar as pessoas com deficiência contra gripe no Shopping Rio Mar, no Pina, das 8h às 17h. A estratégia da Secretaria de Saúde (Sesau) do Recife, em parceria com o Grupo JCPM, permite que esse público tenha a opção se vacinar sem sair do veículo, seja ele carro próprio, táxi, transporte por aplicativo, moto ou outro. Desde essa segunda-feira (11), quando teve início a terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe, o Programa de Imunização (PNI) do Recife vacinou mais de três mil pessoas.

Para esta reta final da campanha, a Sesau recebeu 180 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde (MS). Além do drive thru exclusivo para as pessoas com deficiência, a vacinação também continua acontecendo em mais de 130 pontos de saúde da Prefeitura do Recife para crianças de 6 meses a 5 anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes e puérperas (mães no pós-parto – até 45 dias). A imunização é feita das 8h às 17h, até a próxima sexta-feira (15). Os acamados receberão a dose em casa. A lista atualizada das salas de vacinação está disponível no site da Prefeitura do Recife.

Para a coordenadora da Política de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência do Recife, Maria Eduarda Lima, o serviço de drive thru vai ser uma opção fundamental para as pessoas com deficiência. “Grande parte dos usuários com deficiência encontra dificuldades no deslocamento até as unidades de saúde. Sem as pessoas saírem do veículo, conseguimos evitar aglomeração, contato com superfícies e contaminação dos meios de locomoção, como muletas, bengalas e cadeiras de rodas, por exemplo. Além disso, a garantia da vacinação contra influenza oferece proteção ao grupo, no sentido de evitar o adoecimento e a busca por serviços de saúde em meio a essa pandemia”, afirma.

Uma das pessoas com deficiência que buscou a imunização nesta semana foi Leandra Silva, que é coordenadora da Fraternidade Cristã de Pessoas com Deficiência. Leandra, que nasceu paraplégica e usa cadeira de rodas para se locomover, fez questão de se vacinar logo no primeiro dia da terceira fase da campanha, na Upinha Nossa Senhora do Pilar, no Bairro do Recife. “Tomando essa vacina, fico mais tranquila porque, mesmo não protegendo contra o coronavírus, imuniza contra a influenza e eu acabo tendo uma proteção”, afirma.  

Este ano, o Governo Federal dividiu a terceira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe em dois momentos. Na segunda etapa da terceira fase, que vai acontecer de 18 de maio a 5 de junho, serão vacinados adultos de 55 a 59 anos de idade e professores das escolas públicas e privadas. 

As pessoas que fazem parte dos grupos prioritários da primeira e segunda fase da campanha e ainda não se vacinaram podem se imunizar nesta terceira fase: pessoas idosas, profissionais de saúde, pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais (diabéticos, obesos, transplantados, entre outros), detentos e funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa, profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais, militares, bombeiros, guardas municipais etc), além dos portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo.

Até o momento, a Secretaria de Saúde do Recife vacinou mais de 320 mil pessoas contra gripe este ano, tendo concluído a vacinação de mais de 215 mil idosos (118%, ultrapassando a meta de 90%) e mais de 68 mil profissionais de saúde da cidade (108% do total, também superando a meta de 90%), além de outras 35 mil pessoas do grupo prioritário da segunda fase. 

DOCUMENTOS – Para agilizar a vacinação, o Programa de Imunização do Recife recomenda que os usuários levem um documento de identificação, a carteira de vacinação e o cartão SUS (se tiverem esses dois últimos). Parte do público-alvo precisa apresentar também documentos que provem a necessidade da imunização. As mães no pós-parto (até 45 dias) devem levar documentação que comprove a realização do parto nos últimos 45 dias, como, por exemplo, a certidão de nascimento da criança.

Já os profissionais das redes pública e privada de saúde, por exemplo, devem levar comprovantes laborais, como crachás ou carteira de trabalho. As pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e outras condições clínicas especiais devem apresentar prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina. Os portuários, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo devem apresentar documento comprobatório, como carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes ou carteira de habilitação (categorias C ou E).

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Essa opção de imunização estará disponível das 8h às 17h, no Shopping Rio Mar, no Pina (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

banda-do-exercito-se-apresenta-no-hospital-da-mulher-do-recife

Banda do Exército se apresenta no Hospital da Mulher do Recife

 

Nesta terça-feira (12), o Hospital da Mulher do Recife, no Curado, recebeu a banda do Comando Militar do Nordeste (CMNE). O grupo vem se apresentando em unidades de saúde que atendem pacientes com covid-19, para levar um pouco de alegria a quem está internado e também como forma de homenagear os profissionais de saúde da linha de frente da pandemia. 

Por medida de proteção, a apresentação foi realizada na área externa do HMR, próximo à entrada do estacionamento. “Esse é um momento de conforto, em meio às adversidades do momento. Estamos muito agradecidos ao Comando Militar do Nordeste. E a apresentação aconteceu nesta terça, quando se comemora o Dia da Enfermagem. Aproveitamos para parabenizar os enfermeiros e técnicos de enfermagem, que vêm se superando e enfrentando a pandemia com coragem, determinação e dedicação”, afirmou a médica Isabela Coutinho, diretora do hospital da Prefeitura do Recife que é administrado pelo HCP Gestão.

Os funcionários que não puderam deixar seus postos acompanharam, das janelas, o repertório repleto de músicas populares. A música também foi ouvida pelos pacientes internados  no hospital de campanha erguido pela Prefeitura do Recife na área externa do Hospital da Mulher. “Foi um gesto muito cordial do Exército. Para nós, uma distração positiva em meio a esse trabalho que tem sido tão desafiador”, afirmou Berenice Ribeiro, encarregada de Nutrição.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

A apresentação musical levou um pouco de alegria aos pacientes e profissionais de saúde da linha de frente da pandemia (Foto: Cortesia)

Carrossel?: 
0

Leia Mais

amanha-(13)-tem-debate-virtual-na-programacao-de-aniversario-do-teatro-santa-isabel

Amanhã (13) tem debate virtual na programação de aniversário do Teatro Santa Isabel

 

As celebrações aos 170 anos do Teatro Santa Isabel continuam nesta quarta-feira (13), com a programação preparada pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, para encher as redes sociais do equipamento de conteúdos que convidam a celebrar e descontrair, mas também a refletir e preparar o mundo para ser palco da nova ordem social que se anuncia após a maior crise sanitária da história recente da humanidade.

A partir das 19h de amanhã, o gestor do Teatro, Romildo Moreira, conversa com Mônica Lira e depois com Paula de Renor, sobre dança e teatro, trazendo à tona questionamentos sobre o futuro dos mercados da arte pós-pandemia, além claro de memórias e histórias que o Santa Isabel ajudou a contar na vida e na carreira de cada um.

As conversas serão transmitidas ao vivo, no perfil do teatro no Instagram (@teatrodesantaisabeloficial), único palco possível para escoar produções, mobilizações, alumbramentos e questionamentos artísticos em tempos de isolamento social. Os debates terão duração de 30 minutos cada e ficarão disponíveis por 24h após a transmissão ao vivo no perfil do teatro. Nos próximos dias 20 e 27, os convidados para o bate-papo virtual serão André Brasileiro e o maestro José Renato Accioly.

Mas a celebração não será toda de retórica. No dia 18 de maio, data exata em que a casa fez sua estreia, no ano de 1850, apresentando seu primeiro espetáculo, O Pajem de Aljubarrota, do escritor português Mendes Leal, para uma plateia de ilustres, a programação será música para ouvidos isolados.

Exatos 170 anos depois, o Santa Isabel pede a seu público cativo que fique em casa e participe da celebração do sofá, a partir das 19h, curtindo a live-celebração protagonizada pelas atrações musicais: SH (Surama Santos e Henrique Albino), Publius Lentulus, Grupo Instrumental Brasil e Chorinho da Roça, todos selecionados pelo edital do projeto Santa Isabel em Cena, que teve sua programação adiada por tempo indeterminado, em função do avanço da pandemia.

Sobre o Teatro:

O Teatro Santa Isabel, cujo nome é uma homenagem à Princesa Isabel, foi inaugurado em 18 de maio de 1850, inserindo a então província de Pernambuco numa nova fase cultural. Idealizado pelo Barão da Boa Vista, teve o projeto dirigido pelo engenheiro francês Louis Léger Vauthier, que inovou na época, optando por não utilizar trabalho escravo na construção de arquitetura neoclássica. Tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 31 de outubro de 1949, o equipamento foi mais tarde eleito um dos 14 teatros-monumentos do país.

Durante toda a sua história, a casa sempre esteve no centro da vida política da cidade, tendo assistido à Revolução Praieira e abrigado a campanha abolicionista e pelo advento da República. Frequentado, desde sempre, por notórias personalidades da cultura nacional, o Teatro de Santa Isabel foi cenário dos debates literários de Tobias Barreto e Castro Alves. Foi de lá que ecoou para todo o Brasil a histórica frase do abolicionista Joaquim Nabuco: “Aqui vencemos a causa da abolição”, imortalizada numa placa exibida numa das paredes do teatro até hoje.

Uma curiosidade sobre o teatro é que ele chegou a ser destruído por um incêndio ocorrido em 19 de setembro de 1869, tendo sido totalmente recuperado, redimensionado e entregue outra vez ao povo pernambucano em 16 de dezembro de 1876, para em 2020, quem diria, virar de novo saudade, até que o coronavírus dê à humanidade uma merecida trégua.Sobre os convidados da semana:

Mônica Lira – Bailarina, coreógrafa, professora, artista da dança e produtora. Diretora do Grupo Experimental (Recife) desde sua fundação, em 1993, tendo criado mais de 20 obras de dança ao longo da trajetória do grupo, que circulou por todas as regiões do Brasil e apresentou-se ainda no Peru, Equador, Argentina, Chile, Paraguai, Portugal, Itália e Espanha. Realizou durante 10 anos o projeto social “Núcleo de Formação em Dança”, com mais de 500 jovens passando pelas aulas de dança promovidas pelo Grupo Experimental através de sua metodologia. Atuante na política cultural local, foi uma das fundadoras do Movimento Dança Recife (uma articulação política com 15 anos de atuação). Já trabalhou como gestora pública na Prefeitura do Recife, no Serviço de Dança, e participou do Conselho de Cultura. Pós graduada em “Gestão e Produção Cultural” e “Especialização em Estudos Contemporâneos em Dança” pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), mestranda em dança na UFBA.

Paula de Renor – Atriz, produtora e diretora da Remo Produções Artísticas desde 1983. Produziu diversos espetáculos de teatro, incluindo duas coproduções internacionais. Também atua na produção de programas para Televisão e projetos sociais ligados ao teatro. Esteve à frente, como curadora e produtora, do Janeiro de Grandes Espetáculos por 17 anos e hoje produz o RESIDE-Festival Internacional de Teatro de PE, que está na sua 2ª edição. Idealizadora, produtora e gestora do Teatro Armazém 14 por 11 anos. Curadora do Festival Internacional de São José do Rio Preto em 2014 e Festival do Teatro Brasileiro XX Edição/2019. Representante de teatro e ópera no Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco.

Secretaria?: 
0
Secretária / Órgão: 
Categoria/Assunto: 

img_alt

Mônica Lira e Paula de Renor são as convidadas da semana para participar das celebrações virtuais preparadas pela Prefeitura do Recife para comemorar os 170 anos do teatro centenário (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

Carrossel?: 
0

Leia Mais