Não se pode culpar o Prefeito Anderson Ferreira por tudo. Os políticos da cidade também tem sua participação no desmonte que passa hoje o município.

Não se pode culpar o Prefeito Anderson Ferreira por tudo. Os políticos da cidade também tem sua participação no desmonte que passa hoje o município.

Tenho visto e analisado muito os últimos acontecimentos na cidade do Jaboatão, comecei a fazer uma análise dos últimos 15 anos de Gestão, vejamos:

Geraldo José de Almeida Melo (1989-1993) – Assumiu o governo pela segunda vez

José Humberto Lacerda Barradas (1993-1997) – Filho do ex-prefeito homônimo.

Newton D’Emery Carneiro (1997-2000) – Sofreu uma intervenção em 1999 assumindo Byron Sarinho e, posteriormente o vice Fernando Rodovalho.

Fernando Antônio Rodovalho (2001-2004) – Era o vice de Newton que ganhou a eleição seguinte.

Newton D’Emery Carneiro (2005-2008) -Assume novamente e quase sofre outra intervenção no fim do mandato.

Elias Gomes da Silva (2009-2016) Elias Gomes foi o único prefeito eleito a exercer dois mandatos consecutivos em Jaboatão.

Como se pode observar, desde 1997 que Jaboatão não elege um Prefeito que fez e faz política na cidade, o Primeiro eleito e que veio de fora, foi o ex-Vereador e Deputado por Recife, Nilton Carneiro, isso em 1997, no seu primeiro governo, a partir deste momento, os Jaboatonenses mandaram um recado muito sério aos políticos da cidade, ou mudam, ou vamos continuar testando os que chegam de fora, foi assim com Rodovalho, Elias Gomes e Anderson Ferreira, que deve ficar até 2020 e tentará a sua reeleição também em 2020 para um governo que deve ir até 2024, isso se não perder a eleição. Bem, o fato está posto, o que vemos ainda são pessoas tentando fazer política ainda sem apresentar uma novidade, e algo que empolgue a cidade, quem sabe uma onda que se possa surfar sem exageros.

Enquanto isso não acontece, mesmo porque, o atual Prefeito não é culpado pelo falta de união dos que se dizem oposição, nem pela Câmara não se impor como um poder independente, nem é culpado porque não é cobrado pela população e também não é culpado pela falta de articulação e falta de organização dos políticos da cidade, que antes mesmo de discutir um projeto de poder coletivo, vivem discutindo fora dos Partidos um projeto meramente pessoal. Enquanto a população não for participe destes projetos de cidade com políticos e políticas que empolguem e não lembrem as velhas práticas políticas, a população vai continuar apostando nas experiencias que vem de fora da cidade, e é neste ponto que o Prefeito aposta para sua reeleição.

Leia Mais

Valores estão sendo distorcidos. O que fazer?

Uma sociedade em que os valores estão sendo distorcidos e que vale mais as aparências do que a vida humana não pode ser considerada humana. Ainda não sei em vamos nos transformar, você sabe?

Me deixa estarrecido ver que cada vez mais os homens estão tirando de sua existência a emoção e a preocupação com seus irmãos. Algo muito estranho acontece com o ser humana neste século, ouvi esta semana, sobre o homem que criou Dubai, dizia a pessoa que me contava, “meu avó andava de camelo, meu pai andava de camelo, eu ando de Ferrari, meu filho deve andar de carro de uma marca mais valiosa ainda, no entanto, meus netos e bisnetos podem voltar a andar de Camelo.” Situações difíceis, desafios ainda mais difíceis e retorno alcançados. Situações fáceis, relaxamento e poucos desafios. Pois bem, estamos passando por situações difíceis? o que fazer?

Leia Mais

Prioridade do governo de Jaboatão vai ser o Google Map e a UBER para conhecer melhor a cidade e não se perder.

Depois de entender a dificuldade da atual gestão para conhecer a cidade, varias sugestões chegaram ao blog como forma de ajudar o Prefeito e seus auxiliares a conhecer a cidade, a primeira é criar a Secretaria de Infraestrutura e colocar José Carlos Campos e deixa-lo trabalhar, depois seguir José  Carlos Campos sem a ajuda da UBER e o Google MAP, se não aceitarem a sugestão, colocar como prioridade a assinatura exclusiva do Google Map e liberar a UBER para todos os secretários e assessores, com isso, não vão confundir mais os bairros e ruas da cidade. Por fim, fazer um curso extensivo de como não se perder na cidade que se governa.

Leia Mais

Oposição protocola ofício ao GACE (Grupo de atuação Criminal Especial) que investiga Jaboatão.

Em conversa ontem com um dos Vereadores de oposição ao Prefeito Anderson Ferreira, o mesmo disse que está protocolando ofício e entregando ao GACE (Grupo de atuação Criminal Especial), que está investigando todo o processo que levou ao aluguel do Centro Administrativo de Jaboatão. Segundo o Vereador Daniel Alves, a ideia é somar forças e mostrar para o GACE que o legislativo municipal também está investigando a mesma denuncia que foi levantada pela oposição. Não deixa de ser mais uma pressão da oposição ao grupo governista de tentar mostrar desdém para o processo de investigação levantado e aprovado pela Câmara dos Vereadores. “Vamos lutar para que a CPI aprovada seja instalada ainda agora em março.” Daniel Alves.

Para quem não conhece a cidade, depois de 26 meses no poder enfrentar uma CPI, investigação pelo MPP-PE e uma avaliação muito ruim, vai ter que trabalhar muito, comprar o Google Map e andar muito de UBER para poder conhecer a cidade nos próximos 22 meses.

Leia Mais

“Eu ainda não conheço Jaboatão” Prefeito Anderson Ferreira no Roda Viva.

Uma declaração infeliz, pode-se concluir com muita firmeza. O Prefeito Anderson Ferreira em entrevista ao Programa Roda Viva foi muito infeliz na sua entrevista, não só pelas declarações de quem está no governo a mais de 26 meses, mas, primeiro, porque demonstra que não está saindo da sala de Prefeito para andar pelas ruas; segundo, porque nem seus assessores e secretários, e isso, com raras exceções, também não deixam suas luxuosas salas pra andar pela cidade e passar para o Prefeito o clima e o sentimento das ruas. Por outro lado, o Prefeito subestima todo mundo e afirma que vai ser o próximo Governador de Pernambuco, o que foi mais uma declaração que mostrar a sua forma de achar que é o rei de Jaboatão. Manda um recado de que vai ser reeleito e dois anos depois vai deixar a Prefeitura sem concluir o seu mandato, é ou não é um projeto pessoal? Quando assistirmos a sua entrevista, e como filho da cidade, percebi nas suas declarações e postura, que ele não está nem aí se deve conhecer ou não a cidade, o que é importante para o Prefeito é o domínio que ele acha que tem sobre as pessoas e a cidade. Bem, um gestor que chega a público depois de 26 meses no poder, e diz que não conhece a cidade, o que dirá quando chegar ao final do mandato, que não teve tempo para conhecer?

Ao se declarar claramente que é oposição ao Governador e ao mesmo tempo apoiador de Bolsonaro desde criancinha, o Prefeito traz todas as atenções para as eleições de 2020, e também, pode ser uma jogada para que o Governador negocie Recife por Jaboatão. Se lançar um nome em Jaboatão eu coloco meu irmão em Recife. Uma jogada para garantir sua reeleição, é o que ele pensa, no entanto, dois anos depois, se colocará na oposição para suceder o Governador, será que Paulo Câmara vai cair nesta armadilha?

Leia Mais