confira-as-lives-desta-sexta-feira-14/08

Confira as lives desta sexta-feira 14/08

confira-as-lives-desta-sexta-feira-14/08

agosto 14, 2020
Blog do Léo Lima

 Clique no ( link ) e assista o seu artista favorito.

Programe-se:

Lives do dia 15/08 (sábado)

  • Live Heaven Thru Hell (Carol Fávero, Zuffo, Watzgood e mais) – 14h (YouTube)
  • Nego Alvaro – 14h30 (YouTube)

  • Maiara e Maraisa – 17h30 (YouTube)

Lives do dia 16/08 (domingo)

  • DJ Marcio Fernandes – 12h (YouTube)
  • Neguinho da Beija-Flor e Karinah – 12h (YouTube)
  • Bruna Fulô – 14h (YouTube)
  • Linnoy e Leozinho – 15h (YouTube)
  • Live Casa dos Caipiras (Teodoro e Sampaio, Adriana Farias, Marcelo Teodoro e mais) – 16h (YouTube)
  • Márcia Fernanda – 17h (YouTube)
  • Gusttavo Lima e Jonas Esticado – 18h30 (YouTube)
  • Ceumar – 19h (YouTube)
  • Guipson Pierre – 19h30 (YouTube)
  • Sandro DJ – 20h (YouTube)
  • Festival Mba’e Porã (Zeca Baleiro e Jerry Espíndola) – 20h (YouTube)
  • Teresa Cristina – 22h (Instagram)

Lives do dia 17/08 (segunda-feira)

Lives do dia 20/08 (quinta-feira)

Lives do dia 21/08 (sexta-feira)

  • Alexandre Leão – 21h (YouTube)

Lives do dia 22/08 (sábado)

  • Edson Lima (part. Solange Almeida, Caninana e mais) – 16h (YouTube)
  • Ivan Gadelha (part. Leninho Filho e João Lucas & Pedrinho) – 20h (YouTube)
  • Eduardo Costa

Lives do dia 23/08 (domingo)

  • Diogo Nogueira

Leia Mais

pe-15,-via-que-corta-olinda-e-paulista,-e-a-representacao-do-abandono-do-governo-paulo-camara

PE-15, via que corta Olinda e Paulista, é a representação do abandono do governo Paulo Câmara

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM

São 12,7 quilômetros de extensão, passando pelas cidades de Olinda e Paulista, ambas na Região Metropolitana do Recife (RMR), e muitos problemas. Lixo, falta de sinalização, buracos na pista e mato são apenas alguns dos elementos que compõem o cenário, há anos, de quem passa pela PE-15. Com dois grandes terminais integrados, da PE-15 e o Pelópidas Silveira, a desativação de todas as 12 estações de BRT do Corredor Norte-Sul que foram construídas na rodovia estadual é mais um ponto de reclamação de quem utiliza o transporte público diariamente.

Além das paradas desativadas desde abril deste ano, devido à queda na quantidade de passageiros ocasionada pela pandemia do novo coronavírus, uma delas não teve sua construção concluída. A estrutura, que fica na cidade de Paulista, em frente ao North Way Shopping, segue incompleta desde 2017, quando sua edificação começou a ser feita. O abandono da obra retrata também a situação de boa parte das estações que ficam no Corredor Norte-Sul. Os tapumes colocados para impedir a entrada de pessoas, enquanto as estações estão desativadas, não fizeram o efeito necessário, já que várias foram alvos de roubos e tiveram a estrutura danificada.

YACY RIBEIRO/JC IMAGEM

Basta olhar através do vidro – muitas vezes quebrados – que é possível ver fiações soltas, muito lixo e equipamentos danificados na parte de dentro das estações, estruturas estas que estão fazendo falta para os passageiros. É o caso da dona de casa Elva Andelina, de 59 anos. Moradora do município de Olinda, ela conta que a desativação atrapalhou bastante o deslocamento. “Apesar de ali dentro também não estar boa coisa, aqui ficamos completamente expostos. A gente se sentia mais seguro pelo aspecto de chuva, de ter sempre gente lá dentro”, comenta Elva, que também reclama da dificuldade em atravessar a rodovia, devido à falta ou demora dos semáforos.

“É muito movimentado, difícil para atravessar. O único sinal que tem ainda é perigoso, porque a gente não vê quem está vindo”, completa. O aposentado Waldir Magalhães, de 61 anos, mora em Abreu e Lima e utiliza a PE-15 todos os dias, seja de carro ou de ônibus. Para ele, os maiores problemas são o engarrafamento e a má qualidade da pista, somado à desativação das estações de BRT. “A gente passa 30 a 45 minutos para pegar um ônibus, até para ir para a cidade. Isso está um descaso. Ninguém fala nada, não diz se vai melhorar. De pior a pior”, relata.

O problema é de conhecimento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Habitação (Seduh), responsável pelas obras do Corredor Norte-Sul. Por meio de uma nota, o órgão explicou que, antes da pandemia, o Grande Recife Consórcio investia R$ 15 mil na manutenção de cada estação de BRT e que, no começo do ano, havia registrado a necessidade de reparo nas estruturas, após atos de vandalismo e depredação. “Por isso, as Estações do Corredor Norte/Sul foram tapumadas como parte dos trabalhos de manutenção destes espaços. No momento, não há previsão de reativação destas Estações uma vez que a demanda no entorno ainda é muito baixa”, diz o órgão.

Para quem trafega pela rodovia estadual, o cenário dá uma melhorada à medida que avança e chega ao município de Paulista. Enquanto a reportagem encontrou diversos pontos com lixo acumulado e vegetação alta na parte da PE-15 que fica em Olinda, na cidade vizinha a situação é um pouco melhor, com toda a vegetação, tanto do canteiro central, quanto das calçadas, capinada. Outro ponto observado pela reportagem é a quantidade de buracos na faixa exclusiva de ônibus, somado à falta de sinalização. Em vários locais, os motoristas dos coletivos têm que reduzir a velocidade para passar pelas crateras que se abriram na pista.

A comerciante Taciana de Lima, de 36 anos, é dona de uma loja que fica às margens da rodovia estadual. Estando no local todos os dias há dois anos, alguns problemas viraram rotina para ela. “Tem muito lixo e buraco. Eles arrumam, mas acho que é só uma maquiada, porque logo em seguida já está cheio de buraco de novo”, conta. Mesmo com a loja situada a poucos metros de uma passarela, Taciana fala da mesma dificuldade em atravessar a via citada por Elva, já que, segundo ela, utilizar a passarela “é perigoso”. “Eu já vi gente caindo no meio da pista. É complicado porque o sinal não ajuda. Para os carros, é até rápido, mas para a gente atravessar é uma eternidade”.

A administração da rodovia é dividida entre as gestões municipais (Olinda e Paulista), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PE) e a Seduh. Questionada sobre o acúmulo de lixo, mato e sobre a iluminação insuficiente, a prefeitura de Olinda esclareceu que é responsável apenas pelas margens da via, ficando o canteiro central a cargo do DER. Já as estações de BRT e os terminais integrados são de responsabilidade da Seduh e do Grande Recife Consórcio de Transporte.

“A Secretaria Executiva de Serviços Públicos de Olinda informa que a coleta de lixo domiciliar segue regular e diária na cidade e pede que a população contribua para a manutenção da limpeza da cidade. Uma equipe realizará vistoria esta semana para a realização dos serviços de capinação e remoção de lixo depositado de forma irregular”, disse a gestão, por meio de uma nota. Sobre a iluminação, a prefeitura de Olinda afirmou que um estudo técnico está sendo realizado e, em até 15 dias, será iniciado um reforço na iluminação da área.

Sobre os buracos na faixa exclusiva de ônibus, a Seduh informou que está concluindo estudos que vão apontar as intervenções estruturais pelas quais a pista deve passar. “Ao término desses estudos, o serviço indicado será contratado”, declarou o órgão. Já o DER-PE, por meio da assessoria de imprensa, declarou que, para melhorar a sinalização da via, existe um projeto em fase final de elaboração.

Leia Mais

psg:-cursos-gratuitos-de-qualificacao-profissional-a-distancia

PSG: cursos gratuitos de qualificação profissional à distância

psg:-cursos-gratuitos-de-qualificacao-profissional-a-distancia

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

Com aulas ministradas  à distância, formações são voltadas para o setor do Comércio

O Senac Pernambuco está com inscrições abertas para o preenchimento de vagas em cursos gratuitos de qualificação profissional à distância.  Com aulas na modalidade de Educação à Distância (EAD), por meio do Programa de Senac de Gratuidade, as turmas são direcionadas ao setor do Comércio, com vagas para cursos de Agente de Projetos Sociais, Libras Básico, Representante Comercial e Vendedor.

As inscrições podem ser realizadas pelo portal do Senac EAD (www.ead.senac.br/gratuito). Os interessados devem atender aos pré-requisitos do curso escolhido, aos critérios do PSG, como ter renda familiar per capita de até dois salários. Podem se inscrever pessoas de todo o Estado para as formações que têm carga-horária de 160 horas. 

As vagas são limitadas e estarão disponíveis até o esgotamento. Mais informações sobre as formações podem ser consultadas por meio do site www.ead.senac.br/gratuito, pelo e-mail ead@pe.senac.br e através dos telefones 0800.081.1688, 3413.6728/6729/6730.

SERVIÇO

Cursos gratuitos de qualificação EAD – Senac Pernambuco

Inscrições: site do Senac EAD: www.ead.senac.br/gratuito;

Lista de cursos disponíveis:

Agente de Projetos Sociais

Libras Básico

Representante Comercial

Vendedor

Mais informações:

0800.081.1688 ou 3413.6728/6729/6730

e-mail: ead@pe.senac.br

Leia Mais

uso-de-geossinteticos-para-protecao-costeira-em-praias-do-nordeste

USO DE GEOSSINTÉTICOS PARA PROTEÇÃO COSTEIRA EM PRAIAS DO NORDESTE

Os geossintéticos, quando bem projetados e aplicados nas obras de proteção costeira se apresentam como uma solução eficaz na contenção da erosão costeira.

O uso de geossintéticos em obras de proteção costeira teve um crescimento bastante significativo nos últimos 20 anos. A aplicação de geossintéticos em obras de proteção costeira pode desempenhar um papel fundamental na substituição de materiais tradicionais, podendo ser utilizado como espigões, quebra-mares e revestimentos para controle da erosão costeira.

Dependendo da forma como são utilizados, eles apresentam vantagens pelo baixo custo de implantação, simplicidade na colocação e uma maior eficácia nos resultados, devido ao baixo impacto ambiental na praia.

Existem diversos tipos de geossintéticos para proteção costeira, podendo ser utilizados os geocilindros, geocontentores e geossacos.

O geocilindro é uma estrutura tubular constituída por um geossintético resistente preenchido com areia bombeada. Sua aplicação é ideal para uso na superfície ou em casos de submersão até um máximo de 5m de profundidade. A capacidade de solo por metro linear de geocilindro varia entre 2 e 10 m³.

O geocontentor é um elemento caraterizado pelas suas grandes dimensões. Como o nome sugere, contém um volume importante de solos dragados. É utilizado em obras submersas com profundidade a partir de 5 m. O seu enchimento pode ser realizado por bombeamento ou de forma mecânica. O geocontentor é colocado no batelão, em seguida é enchido com areia e costurado com linha especial de alta resistência. Após o enchimento do geocontentor, o batelão se posiciona no local para depositá-lo e seu casco abre, afundando-o na posição prevista.

Os geossacos são elementos geossintéticos enchidos habitualmente com material arenoso, podendo ser preenchidos com outros materiais conforme as necessidades de projeto. Por norma são personalizados para cumprir os requisitos do projeto e instalação, sendo fornecidos nos mais variados formatos e dimensões. Suas dimensões são menores, cada unidade tem capacidade de conter de 1 a 10 m³ de areia. O enchimento é feito no local da estrutura a construir, por meios mecânicos ou por bombeamento, geralmente utilizado na superfície ou submerso.

 

Em 2003, tivemos o primeiro registro do uso de geossacos para proteção costeira no litoral do Nordeste. Foi construída uma obra para proteção costeira na AL 101 Norte, na praia do Boqueirão, no município de Japaratinga, no estado de Alagoas. A obra tem uma extensão de 300 metros. “O dissipador de energia Bagwall foi uma obra pioneira na proteção ao avanço da maré. Na época ocupava a Diretoria de Obras do DER no governo Ronaldo Lessa. Acreditamos na tecnologia e após 17 anos de sua construção, a estrutura está lá protegendo a encosta. Próximo a Pousada do Alto”, explica o engenheiro do DER Ivens Peixoto.

O dissipador de energia Bagwall foi uma obra pioneira na proteção ao avanço da maré. Na época ocupava a Diretoria de Obras do DER no governo Ronaldo Lessa. Acreditemos na tecnologia e após 17 anos de sua construção, a estrutura está lá protegendo a encosta. Próximo a Pousada do Alto”

Ivens Peixoto

Após 17anos, o dissipador de energia continua contendo a erosão costeira no sopé da falésia de Japaratinga  (Foto: Autoral)

Atualmente muito se discute sobre a eficácia das obras de contenção costeira, principalmente   considerando  os efeitos das mudanças climáticas nas cidades costeiras, com a provável intensificação dos processos de erosão e inundação, o que aumentará a demanda por essas obras. Com esse cenário, se faz necessário uma nova abordagem exigindo novos conceitos na definição de obras de proteção costeira com o objetivo de promover a recuperação de praias.

Devido aos resultados positivos com uso do dissipador de energia Bagwall nas praias do Boqueirão (2003) e de Ponta Verde (2004), nos municípios de Japaratinga e de Maceió respectivamente, adotou-se em 2008 a mesma solução de engenharia para contenção da erosão costeira na praia de Barra Nova, em Marechal Deodoro, no estado de Alagoas, a obra tem uma extensão de 1.250 metros.

          Barra Nova Nova: Engorda natural da praia (Foto de Erikson Machado)     Barra Nova: Calçadão construído após proteção (Foto de Erikson Machado)



Após 12 anos da construção da obra, o Bagwall tem sua eficácia comprovada. “O dissipador de energia contribuiu consideravelmente para proteção costeira na praia da Barra Nova, garantindo a população local o acesso a praia natural recreativa”. Afirma o ambientalista Erikson Machado da ONG Salsa de Praia.

O dissipador de energia contribuiu consideravelmente para proteção costeira na praia da Barra Nova, garantindo a população local o acesso a praia natural recreativa”

Erikson Machado

Em Alagoas, o uso de dissipadores de energia em oito praias do litoral alagoano, sendo todas elas em condições completamente distintas do ponto de vista geográfico, geológico, morfológico e hidrodinâmico, tendo como resultado final foi a contenção do avanço do mar sem transferir o processo erosivo para áreas adjacentes, promovendo a recuperação da praia com a recomposição do perfil devido à engorda natural, e a facilitação do acesso da população à praia natural recreativa, indicam a necessidade de expandir a experiência para outras praias.

Em Pernambuco, o problema da erosão costeira no litoral do Paulista não foi corretamente sanado pelas inúmeras obras de proteção que foram edificadas nas décadas de 1990 e 2000. A construção de estruturas rígidas artificiais, aliada às alterações do suprimento sedimentar das praias, contribuiu para um recuo médio de 100 m da linha de costa do litoral de Paulista ao longo dos últimos 10 anos.

Na década de 90, foram construídos espigões, quebra-mares e engorda artificial na praia do Janga. Após a construção das referidas obras, quatro trechos da orla intervencionada apresentaram forte processo erosivo numa extensão de 0,7 km. Ocorreu também a transferência do processo erosivo para a vizinha praia de Pau Amarelo, provocando destruição numa extensão de aproximadamente 5 km.

Com o agravamento do problema da erosão na orla do Paulista, inclusive ameaçando o histórico Forte de Pau Amarelo, utilizou-se como mitigação em agosto de  2013, a construção de um Dissipador de Energia Bagwall, para contenção da erosão costeira nas praias de Pau Amarelo, Janga e Nossa Senhora do Ó, com extensão de cerca de 4 km.

             N. Sra. do Ò: Recuperação do perfil da praia  (Foto: Autoral)                               N. Sra. do Ò: Engorda natural da praia    (Foto : Autoral)

                                                                                                                                                          Em dezembro de 2016, foi construído de forma pioneira um dissipador de energia, utilizando geossintético do tipo Sandbag, no litoral de Alagoas na praia de Ipioca para proteção costeira num terreno privado.

O dissipador de energia Sandbag funciona como um anteparo que contém o avanço do mar no local da erosão, dissipando a energia do trem de ondas que incide sobre sua estrutura reduzindo sua velocidade, e com isso promovendo a recuperação do perfil da praia no local da intervenção. A estrutura utilizada fica enterrada, garantindo o acesso à praia natural recreativa, o resultado é um baixíssimo impacto ambiental na paisagem e no meio ambiente.

O dissipador de energia Sandbag construído em julho de 2019 no Hibiscus Beach Club Maceió, a erosão costeira foi contida e a praia continua em recuperação.

Ipioca: Recuperação do perfil da praia no Hibicus  (Foto: Autoral)                  Ipioca: Retorno da praia recreativa no Hibiscus  (Foto: Autroral)       

                             A principal limitação de uso de geossintéticos em obras costeiras é quando a estrutura fica exposta. Nesse caso são necessários o monitoramento e a manutenção constantes, para corrigir eventuais roturas localizadas no geossintético, principalmente por vândalos. É importante que a instalação dos geossintéticos seja feita por um construtor experiente, para garantir uma instalação de boa qualidade.

Os geossintéticos, quando bem projetados e aplicados nas obras de proteção costeira se apresentam como uma solução eficaz, tanto na contenção da erosão costeira como na recuperação de praias em áreas urbanizadas.

Marco Lyra

Leia Mais

Racha no MDB após anúncio de apoio em Jaboatão ao PSB

NOTA:

Com muita frustração, tomamos conhecimento da decisão do MDB de fechar uma parceria com o PSB na disputa pela Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes quando fizemos renovados apelos à direção estadual do partido no sentido de referendar a candidatura à reeleição do prefeito Anderson Ferreira.

Competente, Anderson tem feito uma exitosa gestão à frente da Prefeitura de Jaboatão, o que vem sendo reconhecido não apenas pela população do município, mas por todo o povo de Pernambuco.

Em nossas reiteradas ponderações, tínhamos a expectativa de que o MDB refletisse sobre a viabilidade do apoio ao prefeito Anderson Ferreira em vez de servir aos interesses daqueles que trabalham para criar falsas divisões.

Lembramos que, até pouco tempo atrás, o PSB apostava na candidatura do ex-deputado Silvio Costa. Portanto, causa estranheza que o partido se alie um novo nome, o que pressupõe uma mera tentativa de tumultuar o processo eleitoral.

Lamentamos que o presidente estadual do MDB, deputado Raul Henry, tenha deixado de acolher nossas ponderações em nome de uma aliança forjada em interesses que não atendem aos anseios da população.

Respeitamos a decisão partidária, mas, assim como definimos nossa presença no palanque da oposição na campanha para prefeito do Recife, também estaremos em campos opostos em Jaboatão dos Guararapes, marchando ao lado de Anderson Ferreira rumo à reeleição.

Fernando Bezerra Coelho – senador pelo MDB

Miguel Coelho – prefeito de Petrolina pelo MDB

Leia Mais

simplificando-a-administracao-–-33

SIMPLIFICANDO A ADMINISTRAÇÃO – 33

simplificando-a-administracao-–-33

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

Por Ademar Rafael Ferreira (Papa)

Ade maleu lapa-el – Vamos tratar agora de Salários Indiretos. Sempre acreditei que era a mesma coisa que Remuneração Variável.

Papa – A partir da hora que as organizações começaram a ouvir seus colaboradores quanto ao que eram importantes, de fato, para harmonizar a motivação e a produtividade as abordagens sobre Salários Indiretos passaram a ser corretamente interpretadas.

O Salário Indireto é diferente da Remuneração Variável e representa benefícios oferecidos por uma empresa aos seus colaborados e integram a remuneração total em formatos diversos, funcionam como referencial para aceitação de emprego e desejo de permanecer no cargo.

É sabido que os colaboradores, em nome da qualidade de vida e da satisfação pessoal, percebem o Salário Indireto como respostas para seus anseios. As empresas atentas a este fenômeno começaram a atender esta expectativa de forma plena.

Para simplificar vamos agrupar o Salário Indireto em três grandes grupos: a) Relacionados com qualificação – Bolsas de estudos, valores para compra de livros e cursos, certificações e intercâmbios; b) Relativos à saúde – Academias instaladas em ambientes das empresas ou pacotes em academias parceiras, planos de saúde, planos odontológicos e consultorias nutricionais; e c) Ligadas ao futuro – Planos de previdência patrocinados pelas empresas, em alguns casos com participação dos colaboradores.

As alternativas acima citadas não esgotam o estoque de benefícios praticados no mercado de trabalho. Boas revistas especializadas em Recursos Humanos e outras que publicam temas relacionados com economia publicam anualmente pesquisas sobre as Melhores Empresas para Trabalhar. Para figurar entre as principais as organizações precisam comprovar que os seus colaboradores estão satisfeitos com os benefícios recebidos, por meio de estudos confiáveis, extraídos de respostas em questionários individuais.

Boa parte dos estudiosos sobre este tema classificam de forma correta, sob meu ponto de vista, o Vale Refeição ou o Vale Alimentação como Salário Indireto. Alguns sindicalistas julgam que é Salário Permanente e incorporam tais verbas como estáveis.

É imperativo destacar que o Vale Refeição e o Vale Alimentação não se tratam de obrigações impostas por meio de legislação trabalhista, diferente do Vale Transporte que é assegurado por regras legais que o classifica como benefício indispensável.

Leia Mais

mppe-recomenda-adesivacao-e-controle-de-quilometragem-dos-veiculos-da-camara-de-arcoverde

MPPE recomenda adesivação e controle de quilometragem dos veículos da Câmara de Arcoverde

mppe-recomenda-adesivacao-e-controle-de-quilometragem-dos-veiculos-da-camara-de-arcoverde

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

Após denúncias sobre uso particulares dos veículos do Poder Legislativos, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), recomendou à presidente da Câmara de Vereadores, Célia Galindo, que adote as providências para que os veículos de propriedade da Casa Legislativa sejam todos plotados, com adesivação permanente sem possibilidade de fácil remoção e recolocação, no modelo padrão, em tamanho razoável que permita fácil identificação, nas laterais e na parte traseira.

De acordo com o promotor de Justiça Bruno Miquelão Gottardi, as informações oriundas da Câmara dos Vereadores de Arcoverde de que os veículos utilizados pelo Poder Legislativo são identificados apenas com ímãs facilmente removíveis  (identificação frágil)― quando os veículos a serviço do Poder Público constituem-se em bens públicos de uso especial, afetados à finalidade pública e com utilização voltada à realização de atividades de Estado e consecução de seus objetivos ― têm o condão e o potencial de frustrar a fiscalização e o controle social.

Além da identificação, o MPPE recomendou, ainda, o controle de quilometragem dos veículos que estiverem a serviço do Poder Legislativo de Arcoverde, registrando-se  as informações da placa e chassi do veículo, motorista responsável, quilometragem marcada pelo hodômetro a cada final de mês e especificamente em viagens realizadas para fora do município de Arcoverde, devendo, neste caso, especificar o nome de todos os ocupantes do veículo.

Por fim, à presidente da Câmara de Vereadores de Arcoverde foi recomendado também que nos dias e horários em que não haja expediente na Casa Legislativa, os veículos sejam estacionados em locais próprios pertencentes ou sob a posse do Poder Público.

O MPPE conferiu o prazo de cinco dias para que a Câmara de Vereadores informe se acata ou não a recomendação.

Leia Mais

em-santa-maria-da-boa-vista,-populacao-repudia-ato-do-prefeito-que-em-pleno-decreto-de-‘toque-de-recolher’-provoca-aglomeracao

Em Santa Maria da Boa Vista, população repudia ato do prefeito que em pleno decreto de ‘toque de recolher’ provoca aglomeração

em-santa-maria-da-boa-vista,-populacao-repudia-ato-do-prefeito-que-em-pleno-decreto-de-‘toque-de-recolher’-provoca-aglomeracao

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

Várias mensagens chegaram ao Blog do Banana vindas de moradores de Santa Maria da Boa Vista, no Sertão do São Francisco pernambucano, que repudiaram a atitude do prefeito Humberto Mendes (PSB). Em fotos eles mostram o prefeito que em pleno ‘toque de recolher’, decretado por ele mesmo, provocando aglomerações.

Segundo o blog, a população boavistana repudia a atitude de Humberto Mendes que por causa do fim do prazo legal para poder promover inaugurações ou divulgar ações de sua gestão, tem reunido muita gente, provocando aglomerações nesses atos.

A imagem das aglomerações nos atos comandados pelo gestor municipal, não ajuda o prefeito, que ao mesmo tempo em que manda a população não se aglomerar, reúne uma claque considerada, juntando gente, descumprindo regras de distanciamento, entre outras medidas de combate ao avanço da Covid-19 no município.

O Blog diz ainda que deixa o espaço para que o prefeito possa dar as devidas explicações de uma típica atitude ‘dois pesos e duas medidas’, tudo par causa de atos políticos.

Correndo contra o tempo, o prefeito coloca em risco a saúde da população, tudo porque a partir desta sexta-feira (14), os prefeitos pré-candidatos não poderão mais promover inaugurações ou atos institucionais, segundo o calendário eleitoral de 2020.

Leia Mais

plano-de-convivencia-com-a-covid-19-nao-avanca-em-nenhuma-macrorregiao-de-pernambuco-esta-semana

Plano de Convivência com a Covid-19 não avança em nenhuma macrorregião de Pernambuco esta semana

plano-de-convivencia-com-a-covid-19-nao-avanca-em-nenhuma-macrorregiao-de-pernambuco-esta-semana

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

Coletiva do Governo do Estado de Pernambuco

Em Pernambuco, nenhuma macrorregião avança no convívio com a Covid-19 esta semana. Em coletiva realizada nesta quinta-feira (13), o secretário estadual de Saúde, André Longo anunciou que o não avanço é uma medida de cautela, visto que nas últimas semanas muitas mudanças foram incluídas no Plano de Convivência com a Covid-19 no Estado. Apenas Araripina e Ouricuri vão avançar da etapa 2, para qual haviam regredido, para a etapa 4 na próxima segunda-feira (17). 

Mantendo as posições anteriores, a Macrorregião I, que compreende a Região Metropolitana do Recife (RMR) e Zona da Mata, permanece na Etapa 7; as Macrorregiões 2 e 3 continuam na Etapa 6. A Macrorregião 4 está dividida: a 7ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Salgueiro, e a 8ª Gerência Regional de Saúde, sediada em Petrolina, continuam na Etapa 5. Já as cidades pertencentes à 9ª Gerência Regional de Saúde permanecerão na Etapa 4, com exceção de Araripina e Ouricuri, municípios que seguem na Etapa 2 até o próximo dia 16 de agosto. “Apesar de dados epidemiológicos positivos nas ultimas semanas, diante dos avanços das decisões que tomamos nas semanas anteriores, o nosso comitê resolveu adotar cautela e, por isso, vamos observar por mais uma semana a evolução dos dados”, informou André Longo. 

Longo salientou que os dados epidemiológicos da doença no Estado, são marcados por uma heterogeneidade que influencia na hora de tomar decisões sobre para quais etapas às macrorregiões devem evoluir. “Precisamos observar por mais uma semana os dados epidemiológicos da doença no Estado, que tem sido marcado por uma heterogeneidade. Temos ainda dados de avanço no Sertão e uma situação de mais controle na Região Metropolitana do Recife”, explicou. 

Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, esclareceu que o avanço na liberação de atividades econômicas é resultado de análise e estudo para saber qual o melhor momento para retomar cada atividade.

“Estamos conseguindo gradualmente implantar algumas atividades econômicas, de acordo com o comportamento da pandemia em cada região do Estado. A gente compreende a ansiedade de todos aqueles que não puderam voltar, mas é essa forma gradual, analisando os dados diariamente e consolidando semanalmente, que tem permitido que a gente consiga fazer avanços. Precisamos ter, em alguns momentos, um pouco mais de cautela para que a gente tenha a segurança de estar sempre avançando e não ficar no efeito sanfona de ficar eventualmente abrindo e fechando, provavelmente perdendo o controle da contaminação”, explicou. 

Leia Mais

confira-a-previsao-do-tempo-para-esta-sexta-feira-em-pernambuco

Confira a previsão do tempo para esta sexta-feira em Pernambuco

confira-a-previsao-do-tempo-para-esta-sexta-feira-em-pernambuco

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

A previsão do tempo para esta sexta-feira (14), na Região Metropolitana do Recife (RMR), é de chuva rápida com intensidade fraca, na madrugada e primeiras horas da manhã, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

O Agreste e as Zonas da Mata também recebem chuva rápida, ainda segundo a agência. Com temperatura máxima de 30° C, o Sertão terá céu parcialmente nublado, mas sem chuva ao longo do dia.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado, com chuva rápida de forma isolada na madrugada e primeiras horas da manhã, com intensidade fraca.

Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 30° Mínima: 20°

Mata Norte

Parcialmente nublado, com chuva rápida de forma isolada na madrugada e primeiras horas da manhã, com intensidade fraca.

Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 29° Mínima: 20°

Mata Sul

Parcialmente nublado, com chuva rápida de forma isolada na madrugada e primeiras horas da manhã, com intensidade fraca.

Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 29° Mínima: 20°

Agreste

Parcialmente nublado, com chuva rápida de forma isolada na madrugada e primeiras horas da manhã, com intensidade fraca.

Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 29° Mínima: 12°

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado, sem chuva em toda a região ao longo do dia.

Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 30° Mínima: 13°

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado, sem chuva em toda a região ao longo do dia.

Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 30° Mínima: 17°

Leia Mais

datafolha:-aprovacao-de-bolsonaro-chega-a-37%,-a-maior-registrada-desde-o-inicio-do-mandato

Datafolha: Aprovação de Bolsonaro chega a 37%, a maior registrada desde o início do mandato

datafolha:-aprovacao-de-bolsonaro-chega-a-37%,-a-maior-registrada-desde-o-inicio-do-mandato

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

Nova pesquisa Datafolha, divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo no fim da noite desta quinta-feira (13), aponta que a aprovação de Bolsonaro chega a 37% — a maior desde o início do mandato. A reprovação caiu para 34%.

A pesquisa realizada entre 11 e 12 de agosto ouviu 2.065 brasileiros de todas as regiões do país. 37% apontaram Bolsonaro como ótimo/bom. Na última pesquisa (realizada em junho), este número estava em 32%.

Nos números de agosto, os brasileiros que classificaram o presidente como ruim/péssimo ficou em 34%. Na pesquisa de junho esta parcela da população era de 44%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

Leia Mais

mega-sena-acumula-pela-4a-vez-seguida-e-premio-vai-a-r$-27-milhoes

Mega-Sena acumula pela 4ª vez seguida e prêmio vai a R$ 27 milhões

mega-sena-acumula-pela-4a-vez-seguida-e-premio-vai-a-r$-27-milhoes

agosto 14, 2020
G1 Pernambuco, Pernambuco Notícias, Últimas Notícias

O prêmio da Mega-Sena realizado na cidade de São Paulo (SP), acumulou pela 4ª vez consecutiva no sorteio desta quinta-feira (13) após nenhum apostador cravar todas as seis dezenas reveladas pelo concurso 2.289 da loteria, o segundo em comemoração à semana do Dia dos Pais.

Com isso, o próximo sorteio, marcado para acontecer no próximo sábado (15), promete pagar a bolada de R$ 27 milhões ao apostador que acertar a Sena.

As dezenas sorteadas foram: 06 — 09 — 34 — 37 — 38 — 45. 

Apesar de ninguém ter faturado o prêmio principal, 33 bilhetes acertaram a quina e têm o direito de receber R$ 53.948,07 cada. Outras 2.808 apostas cravaram a quadra e faturaram R$ 905,72 cada.

Caso alguém tivesse faturado o prêmio sozinho, poderia aplicar o valor integralmente na poupança e obter um rendimento mensal de, aproximadamente, R$ 16 mil.

Leia Mais